Governo pode gastar R$ 62 bi como quiser até 2015

Aps oito horas de discusso, a Cmara aprovou no 1 turno o texto bsico com a prorrogao da Desvinculao das Receitas da Unio. A votao de outros trechos da proposta continua hoje

Governo pode gastar R$ 62 bi como quiser até 2015
Governo pode gastar R$ 62 bi como quiser até 2015 (Foto: DIDA SAMPAIO/Agência Estado)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Depois de oito horas de discussão, a Câmara aprovou o texto básico com a prorrogação da Desvinculação das Receitas da União (DRU) até 31 de dezembro de 2015. A vitória do governo foi folgada: foram 369 votos a favor e apenas 44 contra. A DRU permite à presidente Dilma Rousseff movimentar livremente 20% das receitas federais, o que representa recursos da ordem de R$ 62,4 bilhões.

A votação da emenda continua hoje com a apreciação de três propostas (destaques para votação em separado) que tentam alterar a DRU. Os líderes aliados pretendem votar ainda hoje, na Câmara, a emenda em segundo turno.

A ministra de Relações Institucionais, Ideli Salvati, acompanhou a votação da DRU no gabinete do presidente da Câmara, Marco Maia (PT-RS). O governo pretende concluir ainda na madrugada desta quarta-feira a votação em primeiro turno da emenda constitucional da DRU.

A votação deve se arrastar pela madrugada depois que a presidente Dilma rejeitou a proposta da oposição de prorrogar a DRU por apenas dois anos, até 2013, e não quatro anos. A presidente não cedeu à proposta de reduzir o prazo de vigência da DRU sob o argumento de que a crise econômica é complexa e pode durar mais de dois anos. Sem acordo, a oposição atrasou a votação, usando todos os instrumentos regimentais de obstrução.

Para aprovar a DRU, o governo acelerou a liberação de verbas das emendas de parlamentares ao Orçamento deste ano. O Planalto também atendeu à bancada do PMDB da Câmara e nomeou para a Secretaria Nacional de Programas de Desenvolvimento do Ministério do Turismo Fábio Dias. Apesar da demora para concluir a votação em primeiro turno da emenda, a avaliação do governo é que a base deverá aprovar sem problemas a prorrogação da DRU até 31 de dezembro de 2015.

 

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email