Governo prorroga contrato do Plansaúde com a Unimed até final de janeiro

De acordo com o secretário de Estado da Administração, Geferson Barros, a medida foi causada pela necessidade de realizar os trâmites para uma nova licitação para o plano de saúde estadual; a licitação prevê que a empresa contratada repasse de toda a tecnologia de gestão para o plano em até 12 meses, o que pode ajudar num processo de estatização do plano pelo Estado

De acordo com o secretário de Estado da Administração, Geferson Barros, a medida foi causada pela necessidade de realizar os trâmites para uma nova licitação para o plano de saúde estadual; a licitação prevê que a empresa contratada repasse de toda a tecnologia de gestão para o plano em até 12 meses, o que pode ajudar num processo de estatização do plano pelo Estado
De acordo com o secretário de Estado da Administração, Geferson Barros, a medida foi causada pela necessidade de realizar os trâmites para uma nova licitação para o plano de saúde estadual; a licitação prevê que a empresa contratada repasse de toda a tecnologia de gestão para o plano em até 12 meses, o que pode ajudar num processo de estatização do plano pelo Estado (Foto: Charles Nisz)

Tocantins 247 - O Governo do Tocantins prorrogou o contrato com a Unimed Centro-Oeste, atual operadora do Plansaúde, até o próximo dia 31 de janeiro, evitando a interrupção dos atendimentos. De acordo com o secretário de Estado da Administração, Geferson Barros, a medida foi causada pela necessidade de realizar os trâmites para uma nova licitação para o plano de saúde estadual.

Ainda segundo Barros, o Governo negociou com a Unimed Centro-Oeste para que o contrato, que se encerraria nesta sexta-feira, 12, fosse prorrogado até o dia 31 de janeiro. “A Unimed Centro-Oeste aceitou nossa solicitação e não haverá interrupção no atendimento aos usuários do Plansaúde", diz o secretário.

A licitação prevê que a empresa contratada repasse de toda a tecnologia de gestão para o plano em até 12 meses, o que pode ajudar num processo de estatização do plano pelo Estado. “A intenção é reduzir custos, de modo a remunerar melhor os hospitais e melhorar também os valores de honorários para os médicos. Com isso, haverá melhoria no serviço aos usuários”, concluiu Barros.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247