Governo quer R$ 315 mi da Caixa para mobilidade

O governo estadual enviou a mensagem 82/2016 para a Assembleia Legislativa pedindo autorização para contrair empréstimo de R$ 315 milhões junto à Caixa Econômica com o objetivo de investir em obras de mobilidade urbana, pavimentação e recuperação de rodovias estaduais e saneamento básico; de acordo com o governador Wellington Dias, "as ações de implantação e restauração de trechos estratégicos atenderão a demandas reprimidas de interligações entre municípios e também às novas demandas que surgem com a consolidação do dinamismo econômico"

O governo estadual enviou a mensagem 82/2016 para a Assembleia Legislativa pedindo autorização para contrair empréstimo de R$ 315 milhões junto à Caixa Econômica com o objetivo de investir em obras de mobilidade urbana, pavimentação e recuperação de rodovias estaduais e saneamento básico; de acordo com o governador Wellington Dias, "as ações de implantação e restauração de trechos estratégicos atenderão a demandas reprimidas de interligações entre municípios e também às novas demandas que surgem com a consolidação do dinamismo econômico"
O governo estadual enviou a mensagem 82/2016 para a Assembleia Legislativa pedindo autorização para contrair empréstimo de R$ 315 milhões junto à Caixa Econômica com o objetivo de investir em obras de mobilidade urbana, pavimentação e recuperação de rodovias estaduais e saneamento básico; de acordo com o governador Wellington Dias, "as ações de implantação e restauração de trechos estratégicos atenderão a demandas reprimidas de interligações entre municípios e também às novas demandas que surgem com a consolidação do dinamismo econômico" (Foto: Leonardo Lucena)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Piauí 247 - O governo estadual enviou a mensagem 82/2016 para a Assembleia Legislativa (Alepi) pedindo autorização para contrair empréstimo de R$ 315 milhões junto à Caixa Econômica Federal com o objetivo de investir em obras de mobilidade urbana, pavimentação e recuperação de rodovias estaduais e saneamento básico. A proposição, que foi lida na sessão de (5), será analisada agora pela Comissão de Constituição e Justiça. 

De acordo com o governador Wellington Dias, “as ações de implantação e restauração de trechos estratégicos atenderão a demandas reprimidas de interligações entre municípios e também às novas demandas que surgem com a consolidação do dinamismo econômico, através do fortalecimento de atividades tradicionais ou emergências de novas atividades que passam a exigir um conjunto de ações, inclusive públicas, para promover melhores condições de vida para o povo das comunidades beneficiadas”.

Segundo a assessoria de imprensa da Alepi, também foi lido ofício do presidente do Tribunal de Justiça do Estado, desembargador Erivan Lopes, encaminhando ao Poder Legislativo Projeto de Lei que dispõe sobre a composição das turmas recursais, assinalando que não poderão ser incluídos na composição magistrados que estejam exercendo a função de juiz eleitoral titular de segundo grau, juiz auxiliar da presidência do TJ ou da Corregedoria da Justiça Estadual ou Eleitoral.

O deputado Marden Menezes (PSDB), vice-presidente da Assembleia Legislativa, apresentou Projeto de Lei que reconhece de utilidade pública o Instituto Rio Piracuruca, sediado na cidade de Piracuruca.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como:

• Cartão de crédito na plataforma Vindi: acesse este link

• Boleto ou transferência bancária: enviar email para [email protected]

• Seja membro no Youtube: acesse este link

• Transferência pelo Paypal: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Vakinha: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Catarse: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo APOIA.se: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Patreon: acesse este link

Inscreva-se também na TV 247, siga-nos no Twitter, no Facebook e no Instagram. Conheça também nossa livraria, receba a nossa newsletter e ative o sininho vermelho para as notificações.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247