Governo reestatiza rodovias

Governo do Rio Grande do Sul reestatiza rodovias privatizadas há  15 anos devolvendo a responsabilidade de cobrança de pedágios nas estradas estaduais ao Departamento Autônomo de Estradas de Rodagem (Daer) e as federais ao Departamento Nacional de Infraestrutura de Trânsito e Transporte (Dnit). O pedágio, suspenso desde o último domingo (29), só voltará a ser cobrado a partir do próximo dia 6 de janeiro.

Governo do Rio Grande do Sul reestatiza rodovias privatizadas há  15 anos devolvendo a responsabilidade de cobrança de pedágios nas estradas estaduais ao Departamento Autônomo de Estradas de Rodagem (Daer) e as federais ao Departamento Nacional de Infraestrutura de Trânsito e Transporte (Dnit). O pedágio, suspenso desde o último domingo (29), só voltará a ser cobrado a partir do próximo dia 6 de janeiro.
Governo do Rio Grande do Sul reestatiza rodovias privatizadas há  15 anos devolvendo a responsabilidade de cobrança de pedágios nas estradas estaduais ao Departamento Autônomo de Estradas de Rodagem (Daer) e as federais ao Departamento Nacional de Infraestrutura de Trânsito e Transporte (Dnit). O pedágio, suspenso desde o último domingo (29), só voltará a ser cobrado a partir do próximo dia 6 de janeiro. (Foto: Voney Malta)

RS247 - A partir do próximo dia 6 de janeiro, a cobrança de pedágios em alguns trechos de rodovias do Rio Grande do Sul ficará sob responsabilidade dos governos estadual e federal, segundo notícia publicada pelo repórter especial Lucas Azevedo, do jornal O Estado de S. Paulo.  Desde último domingo (29), a cobrança foi suspensa. Há 15 anos, as praças de pedágios em estradas e rodovias no Rio Grande do sul estavam com as concessionárias que, de acordo com levantamento da Agência Reguladora dos Serviços Delegados do RS (Agergs), arrecadaram R$ 5,5 bilhões durante esse tempo.

 Desse valor arrecado em todo o período que administrou as praças de pedágios, R$ 3,06 bilhões foram investidos nas rodovias e R$ 2,44 bilhões foram gastos com funcionários, impostos, equipamentos e revertidos em lucro.

 Com a reestatização de rodovias privatizadas, as estradas estaduais estão sendo devolvidas ao Departamento Autônomo de Estradas de Rodagem (Daer), enquanto as federais, ao Departamento Nacional de Infraestrutura de Transporte (Dnit). Sendo que três pólos com dez praças serão suspensos e dois, com cinco postos de cobrança, repassados à recém-criada Empresa Gaúcha de Rodovias (EGR). As estradas estaduais estão sendo devolvidas ao Departamento Autônomo de Estradas de Rodagem (Daer), enquanto as federais, ao Departamento Nacional de Infraestrutura de Transporte (Dnit).

 TRECHOS

A partir do dia 6 de janeiro as cobranças serão feitas nos pólos de Gramado nos trechos Gramado-Taquara (ERS-115), Gramado-Nova Petrópolis (ERS-235) e São Francisco de Paula (ERS-235) - e Metropolitano - Santo Antônio da Patrulha (ERS-474) e Viamão-Pinhal (ERS-040). Nestes locais, a cobrança será feita pela EGR.

 Já nos pólos de Carazinho, em trechos como Carazinho-Soledade (BR-386), Carazinho-Sarandi (BR-386), Carazinho-Passo Fundo (BR-285) e Carazinho-Panambi (BR-285) - de Vacaria -Vacaria-divisa com SC (BR-116), Vacaria-Campestre da Serra (BR-116) e Vacaria-Lagoa Vermelha (BR-285) - e Metropolitano - Guaíba-Camaquã (BR-116), as cobranças serão feitas pela União.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247