Governo tenta captar mais R$ 2 bi do PAC Mobilidade

Perillo se reuniu com o coordenador geral do PAC, Maurício Muniz, e na segunda-feira apresenta projetos para serem inseridos no plano de ação do Programa de Mobilidade Urbana. Governo de Goiás já tem garantido R$ 1 bilhão e tenta assegurar mais R$ 2 bilhões com os novos projetos. Entre eles estão um BRT para ligar Goiânia a Aparecida e a expansão do Eixo Anhanguera

Perillo se reuniu com o coordenador geral do PAC, Maurício Muniz, e na segunda-feira apresenta projetos para serem inseridos no plano de ação do Programa de Mobilidade Urbana. Governo de Goiás já tem garantido R$ 1 bilhão e tenta assegurar mais R$ 2 bilhões com os novos projetos. Entre eles estão um BRT para ligar Goiânia a Aparecida e a expansão do Eixo Anhanguera
Perillo se reuniu com o coordenador geral do PAC, Maurício Muniz, e na segunda-feira apresenta projetos para serem inseridos no plano de ação do Programa de Mobilidade Urbana. Governo de Goiás já tem garantido R$ 1 bilhão e tenta assegurar mais R$ 2 bilhões com os novos projetos. Entre eles estão um BRT para ligar Goiânia a Aparecida e a expansão do Eixo Anhanguera (Foto: Realle Palazzo-Martini)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Goiás 247_ O governo do Estado apresenta na próxima segunda-feira (19), às 16h, à coordenação geral do PAC, na sede do Ministério do Planejamento, em Brasília, todos os projetos a serem inseridos no plano de ação do Programa de Mobilidade Urbana do PAC, lançado no primeiro semestre deste ano pela presidente Dilma Rousseff, para o qual foram reservados R$ 50 bilhões.

A informação foi dada na sexta-feira pelo governador Marconi Perillo, após reunião com o coordenador geral do PAC, Maurício Muniz, no 5º andar do Ministério do Planejamento. Acompanhado do senador Gim Argello, do secretário das Cidades, João Balestra, do presidente da Agetop, Jayme Rincón, do presidente do Grupo de Implantação do VLT de Goiânia, Carlos Maranhão, do secretário de Transportes do Governo do Distrito Federal, José Walter Vasques, e do vice-governador do DF, Tadeu Filipeli, o governador participou de uma rodada de negociações para incluir os projetos de Goiás no programa do PAC da Mobilidade Urbana, hoje orçados em R$ 1 bilhão, mas que deverão ser ampliados para R$ 3 bilhões, abrangendo a expansão dos Eixos Anhanguera e Norte-Sul até Aparecida de Goiânia, beneficiando a capital e cidades vizinhas.

Os recursos, de acordo com os projetos, destinam-se à construção da integração do BRT entre Luziânia e Brasília, no Entorno Sul. O governo do Distrito Federal já trabalha na construção do BRT que liga Brasília a Santa Maria. “Nós queremos levá-lo (BRT) até Luziânia, para que os trabalhadores que vivem no Entorno e trabalham em Brasília possam ter acesso a um veiculo confortável, diminuindo em pelo menos a metade o tempo que gastam hoje para ir ao trabalho”, declarou Perillo.

A ligação por BRT entre Ceilândia a Águas Lindas, na região Oeste de Brasília, também faz parte da pauta de projetos apresentada pelo governador goiano. Também aparece como prioridade a ampliação do Eixo Anhanguera passando pelos bairros Vila Pedroso, Jardim das Oliveiras (Leste), Vila Mutirão (Noroeste) e o Vera Cruz II (Oeste).

O VLT de Goiânia está também incluso na relação de projetos. Segundo Marconi, com os recursos a serem destinados a Goiás, a intenção é promover mudanças e melhorias no projeto original do VLT. O governador disse ainda que deverá apresentar no encontro de segunda-feira, uma proposta que amplia ainda mais o número de projetos que beneficiam Goiás. “Com o pacote completo, vamos pleitear pelo menos mais R$ 2 bilhões, chegando a R$ 3 bilhões os recursos que o PAC da Mobilidade Urbana irá destinar a obras em Goiás”, garantiu.

Entre os projetos já elaborados pelo governo do Estado, inclui-se um BRT que ligará Goiânia a Aparecida de Goiânia. “Trata-se de uma via importantíssima para as duas cidades que, com certeza, vai garantir melhorias significativas no transporte dos trabalhadores que hoje enfrentam ônibus lotados e demora para concluir o trajeto”, finalizou.

 

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email