Gravação entre Seripieri e irmão de Palocci deve anular acordo com a PF e ex-ministro pode voltar à prisão

Em áudio, o médico Pedro Antônio disse a José Seripieri Junior, fundador da Qualicorp, que o empresário seria citado pelo ex-ministro Antonio Palocci em delação. Mas, como a ideia era "encaixar" Seripieri numa tese já formulada por investigadores, o irmão do ex-ministro afirmou que era preciso “inventar” relatos ou seguir a mesma linha do que promotores queriam

José Seripieri Junior e o ex-ministro Antonio Palocci
José Seripieri Junior e o ex-ministro Antonio Palocci (Foto: JULIA MORAES/Fiesp | Rodolfo Buhrer/Reuters)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Um fato novo relacionado à delação do ex-ministro Antonio Palocci tem potencial para provocar a anulação do acordo e até levar o ex-integrante de governos petistas de volta à prisão.

Fundador da Qualicorp, administradora de planos de saúde coletivos, José Seripieri Junior fez uma gravação de uma conversa com o médico Pedro Antônio Palocci, irmão do ex-ministro. No áudio, entregue à Procuradoria-Geral da República, Pedro Antônio disse a Junior que o empresário seria citado por Palocci na delação. Mas, como a ideia era "encaixar" Seripieri numa tese já formulada por investigadores, o irmão do ex-ministro afirmou que era preciso “inventar” relatos ou “confirmar na outra ponta” uma história dada como pronta pelas autoridades. 

Pedro Antonio ofereceu ao empresário a ajuda de um advogado que teria colhido as informações sobre a delação de Palocci e seria um dos advogados do ex-ministro, de acordo com uma reportagem da revista Veja

Violar o sigilo de uma colaboração premiada em andamento pode anular a delação. Neste caso, o ex-ministro corre risco de voltar à cadeia se for confirmada a irregularidade.

Inscreva-se no canal Cortes 247 e saiba mais: 

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247

Apoie o 247

WhatsApp Facebook Twitter Email