Grêmio vence o Inter e já é o terceiro

Tricolor gaúcho supera o maior rival e se mostra disposto a brigar pelo título com os líderes Atlético e Fluminense

Grêmio vence o Inter e já é o terceiro
Grêmio vence o Inter e já é o terceiro (Foto: Edu Andrade/Folhapress)

Band.com – O Grêmio, aos poucos, vai se encorpando e mostrando que será um dos principais candidatos a alcançar o líder Atlético-MG. Neste domingo, coroou a boa fase com uma vitória por 1 a 0 no Gre-Nal, disputado no Beira-Rio, pela última rodada do primeiro turno do Brasileirão, e já pulou para a terceira colocação da tabela, ultrapassando o Vasco. 

Foi o Gre-Nal de número 393 da história do clássico. Também foi o 12º triunfo gremista na casa do rival em jogos do Brasileirão. O Inter soma 14 vitórias e ainda aconteceram quatro empates.

Com o resultado, o Grêmio assumiu a terceira posição com 37 pontos, deixando o Vasco, derrotado pelo Fluminense no último sábado, em terceiro com 35. Já o Internacional perdeu a quinta posição para o São Paulo. O Colorado soma o mesmo número de pontos do rival (31), mas leva desvantagem nas vitórias (dez a oito).

O Inter volta a atuar pelo Campeonato Brasileiro na próxima quarta-feira, quando visitará o Coritiba, no Couto Pereira, às 19h30. Já o Grêmio, no mesmo dia, recebe o Vasco, no Olímpico, às 22h.

O jogo

A formação inédita do Internacional que Fernandão escalou para o Gre-Nal demorou para encaixar e o Grêmio foi mortal. Com os mesmos 11 jogadores que iniciaram o jogo diante do Coritiba, na última quinta-feira, pela Copa Sul-Americana, o Tricolor soube aproveitar muito bem a primeira chance que teve abriu o placar. 

Após cruzamento de Anderson Pico, Juan tentou afastar de cabeça e Elano, bem posicionado, só teve o trabalho de empurrar para o gol vazio de Muriel. Grêmio 1 a 0 com sete minutos e festa dos mil gremistas presentes no Beira-Rio.

O gol não abateu o Inter. Com mais posse de bola - algo previsto por Fernandão ao escalar Kleber no meio de campo - e ciente da necessidade de empatar o jogo o quanto antes, o Colorado tomou conta do jogo e coube Grêmio, que perdeu Elano aos 15 minutos com dores no músculo adutor da coxa esquerda, esperar uma oportunidade de pegar a marcação colorada desprevenida.

Com velocidade e tendo Leandro Damião disposto a decidir, o Inter pressionou o Grêmio, mas desperdiçou grandes chances de gol. Forlán que o diga. Aos 22 minutos, Damião se livrou de um praticamente implacável Gilberto Silva e, contando com um escorregão de Werley, serviu o camisa 7. Mas o melhor jogador da Copa de 2010, sem marcação, finalizou muito mal e Grohe fez boa defesa.

O primeiro tempo terminou com um Inter pressionando o rival, tendo oito finalizações contra apenas duas do Grêmio, mais volume de jogo - 187 passes e 15 cruzamentos contra 172 e dois do rival, respectivamente, mas com o Tricolor gaúcho na frente.

Segundo tempo

As duas equipes voltaram para a etapa final com as mesmas escalações, mas foi o Internacional que tomou a iniciativa. Após cruzamento cortado por Grohe, Forlán finalizou com força, a bola tinha direção certa, mas Fernando se jogou nela e impediu aquele que seria o primeiro tempo do uruguaio pelo Inter. A pressão era toda do Inter.

A volúpia ofensiva do Inter nos primeiros minutos não teve vida longa, o Grêmio, bem postado em campo, aos poucos foi equilibrando as ações e, com a entrada do veloz Leandro, assumiu de vez o seu gosto pelo contra-ataque. A intenção de Luxa era proporcionar ainda mais velocidade aos seus comandados.

Fernandão bem que tentou proporcionar novas possibilidades ao seu Inter. Após Dagoberto, foi a vez de Dátolo ingressar no time titular. Com isso, o Colorado passou a ter cinco jogadores ofensivos em campo. Além da dupla, Fred, Forlán e Damião haviam iniciado o jogo.

As alterações de Fernandão não surtiram o efeito desejado ele foi para a sua última tentativa: Rafael Moura na vaga de um Forlán que voltou a decepcionar com a camisa colorada. No entanto, o Inter, desorganizado, não soube agredir o rival como deveria - Rafael Moura obrigou Grohe a fazer bela defesa, mas estava em posição de impedimento aos 47 minutos -, o Grêmio não abdicou do ataque e celebrou uma importante vitória na casa do maior rival.

FICHA TÉCNICA: 

INTERNACIONAL (0): Muriel, Nei, Bolívar, Juan e Fabrício; Ygor (Dátolo, 26'/2ºT), Guiñazú, Fred e Kleber (Dagoberto, 11'/1ºT); Forlán (Rafael Moura, 33'/2°T) e Leandro Damião. Técnico:Fernandão

GRÊMIO (1): Marcelo Grohe, Pará, Werley (Naldo, 24'/2ºT), Gilberto Silva e Anderson Pico; Fernando, Souza, Elano (Marquinhos, 15'/1ºT) e Zé Roberto; Kleber e Marcelo Moreno (Leandro, 16'/2ºT). Técnico: Vanderlei Luxemburgo

Local: Beira-Rio, Porto Alegre (RS)
Data/hora: 26/8/2012 – 16h (de Brasília)
Árbitro: Leandro Pedro Vuaden (Fifa-RS)
Assistentes: Altermir Hausmann (Fifa-RS) e Rafael da Silva Alves (RS)
Renda/Público: Não divulgados.
Cartões amarelos: Fabrício, Juan e Fred (INT); Marquinhos, Gilberto Silva e Anderson Pico (GRE)
Cartões vermelhos: Não houve.
Gol: Elano, 7'/1ºT(0-1).

 

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247