CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
Geral

Greve de policiais deixa Fortaleza em pânico

Com onda de arrastes, lojas fecham as portas em diversas reas da cidade; fontes confirmam ao 247 que roubos aumentaram desde o dia 29; governador Cid Gomes se reuniu com autoridades de segurana pblica em busca de medidas para tranquilizar populao

Greve de policiais deixa Fortaleza em pânico (Foto: DIDA SAMPAIO/AGÊNCIA ESTADO)
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

✅ Receba as notícias do Brasil 247 e da TV 247 no canal do Brasil 247 e na comunidade 247 no WhatsApp.

Diego Iraheta _247 - O pânico ganhou as ruas de Fortaleza. Dezenas de comerciantes fecharam as lojas com medo de assaltos. Desde o início da greve de policiais miliares e bombeiros, no dia 29, uma onda de arrastões tomou conta da capital cearense. “Os assaltantes chegam em kombi; de repente, saltam umas dez pessoas e invadem supermercado, como já presenciamos”, contou ao 247 o atendente Elivelton Magalhães, de 20 anos. Ele trabalha em uma famosa rede de lanchonetes no centro de Fortaleza, que só está abrindo o drive-thru – como medida de segurança. “Aqui na [avenida] José Bastos, tem muita loja que está com portas fechadas”, arremata.

No Twitter, a hashtag #CaosEmFortaleza é um dos assuntos mais comentados desta terça-feira, 3. A cantora Katiane Araújo pensou em ficar em casa para se proteger. “Gente estou em pânico, hj não saio de casa!! Estou com muito medo, cadê o governador??Fortaleza parou!! Como é q eu vou trabahar hj! Socorro”, tuitou. “Aki em Fortaleza tá parecendo a simulação do fim do mundo”, resumiu o tuiteiro @FinnSincero. O mimimi geral provocou desconfianças sobre a veracidade das ocorrências na cidade – especialmente porque os jornais locais não estariam dando espaço para os arrastões.

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

O Brasil 247 entrou em contato com o comando da 10ª Região Militar do Exército Brasileiro para saber a real situação de segurança nas ruas de Fortaleza. Uma fonte que pediu para não se identificar confirmou que está elevado o número de arrastões na cidade. “Principalmente na periferia, em Messejana. As pessoas são roubadas nas ruas. Mas os militares estão nos pontos turísticos da cidade. Lá, não há perigo”, revelou ao 247.

O gabinete do governador Cid Gomes (PSB-CE) também está em polvorosa. Procurada pelo 247, a assessoria informou que ele estava em reunião justamente para adotar medidas de proteção da população. Por causa da greve de PMs, o Exército entrou em campo a fim de preservar a segurança dos cidadãos cearenses. Neste momento, 813 militares e 204 membros da Força Nacional de Segurança Pública estão destacados para prevenir a criminalidade na região.

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

De acordo com nota publicada pela 10ª Região militar, o Exército está executando a defesa de “pontos sensíveis”, tais como o aeroporto de Fortaleza, o centro da cidade, a orla marítima, o Palácio da Abolição e as instalações da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros.

iBest: 247 é o melhor canal de política do Brasil no voto popular

Assine o 247,apoie por Pix,inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

Cortes 247

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO