Grupo de Costa vê sabotagem contra Osmar

Manobra que tirou o vereador Osmar Ricardo da liderana do PT na Cmara do Recife e da executiva municipal do partido foi condenada pelos defensores do projeto de reeleio do prefeito Joo da Costa, que viram jogo sujo no processo

 Grupo de Costa vê sabotagem contra Osmar
Grupo de Costa vê sabotagem contra Osmar (Foto: Aguinaldo Leonel/Câmara Municipal do Recife)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

PE247 – A substituição de Osmar Ricardo por Múcio Magalhães, na liderança do PT na Câmara do Recife, foi classificada como sabotagem por grupo ligado ao prefeito João da Costa. Em nota, o bloco fez um desagravo em solidariedade a Osmar e com severas críticas à manobra que o destituiu. Com Magalhães assumindo o posto de líder do partido na Casa de José Mariano, o grupo do secretário estadual de Governo, Maurício Rands passou a ter maioria na executiva municipal da sigla.

No texto, os aliados do prefeito João da Costa ainda atestam que a empreitada de Maurício Rands não tem os apoios do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), da presidente Dilma Rousseff (PT) e do governador Eduardo Campos (PSB).

A movimentação que já rendeu a primeira “vitória” para os randistas. Eles aprovaram, em reunião da executiva realizada na noite de ontem (23), a quitação em massa das contribuições partidárias de pouco mais de 18 mil filiados. Ponto que era reprovado pelo grupo que apoia o projeto de reeleição do prefeito João da Costa, uma vez que essa movimentação poderia beneficiar a postulação de Maurício Rands.

 

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email