Grupo organiza plebiscito para separar o Sul do Brasil

Empresária gaúcha Anidria Rocha lidera o movimento que organiza um plebiscito informal marcado para outubro, com 4.000 "urnas" nos três Estados, que deseja separar Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul do Brasil; a votação ocorrerá no dia 2 de outubro, simultaneamente às eleições municipais; "Você quer que o Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul formem um país independente?", questionará o plebiscito, que não tem valor legal

Empresária gaúcha Anidria Rocha lidera o movimento que organiza um plebiscito informal marcado para outubro, com 4.000 "urnas" nos três Estados, que deseja separar Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul do Brasil; a votação ocorrerá no dia 2 de outubro, simultaneamente às eleições municipais; "Você quer que o Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul formem um país independente?", questionará o plebiscito, que não tem valor legal
Empresária gaúcha Anidria Rocha lidera o movimento que organiza um plebiscito informal marcado para outubro, com 4.000 "urnas" nos três Estados, que deseja separar Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul do Brasil; a votação ocorrerá no dia 2 de outubro, simultaneamente às eleições municipais; "Você quer que o Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul formem um país independente?", questionará o plebiscito, que não tem valor legal (Foto: Roberta Namour)

247 – Empresária gaúcha Anidria Rocha lidera o movimento que organiza um plebiscito informal marcado para outubro, com 4.000 "urnas" nos três Estados, que deseja separar Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul do Brasil.

A votação ocorrerá no dia 2 de outubro, simultaneamente às eleições municipais, das 8h às 17h, com urnas a pelo menos cem metros dos colégios eleitorais.

"Você quer que o Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul formem um país independente?", questionará o plebiscito. Para ter algum valor, o plebiscito deveria seguir a lei 9.709, o que exigiria que fosse aprovado pelo Congresso e sob regulação da Justiça Eleitoral.

"Falam em 400 movimentos por independência no mundo. A cada ano, três ou quatro países se separam", defende Anidria.

Leia aqui reportagem de Paula Sperb sobre o assunto.

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247