Grupo vai investir R$ 18 milhões em fábrica na Bahia

Fundado há 23 anos, o Grupo Cicopal vai investir R$ 18 milhões e gerar 225 empregos diretos na produção de salgadinho de milho, bebida mista, refrigerante e pipoca doce no município de São Sebastião do Passé, na Região Metropolitana de Salvador; o protocolo de intenções para implantação da segunda unidade fabril da empresa na Bahia foi assinado nesta quarta-feira entre o secretário de Desenvolvimento Econômico, Jorge Hereda; e o diretor da Cicopal, Rondinely Leal; "A indústria alimentícia vai fomentar a cadeia agroindustrial, permitindo o crescimento dos agricultores, em especial no cultivo de batata e milho", diz Hereda

Fundado há 23 anos, o Grupo Cicopal vai investir R$ 18 milhões e gerar 225 empregos diretos na produção de salgadinho de milho, bebida mista, refrigerante e pipoca doce no município de São Sebastião do Passé, na Região Metropolitana de Salvador; o protocolo de intenções para implantação da segunda unidade fabril da empresa na Bahia foi assinado nesta quarta-feira entre o secretário de Desenvolvimento Econômico, Jorge Hereda; e o diretor da Cicopal, Rondinely Leal; "A indústria alimentícia vai fomentar a cadeia agroindustrial, permitindo o crescimento dos agricultores, em especial no cultivo de batata e milho", diz Hereda
Fundado há 23 anos, o Grupo Cicopal vai investir R$ 18 milhões e gerar 225 empregos diretos na produção de salgadinho de milho, bebida mista, refrigerante e pipoca doce no município de São Sebastião do Passé, na Região Metropolitana de Salvador; o protocolo de intenções para implantação da segunda unidade fabril da empresa na Bahia foi assinado nesta quarta-feira entre o secretário de Desenvolvimento Econômico, Jorge Hereda; e o diretor da Cicopal, Rondinely Leal; "A indústria alimentícia vai fomentar a cadeia agroindustrial, permitindo o crescimento dos agricultores, em especial no cultivo de batata e milho", diz Hereda (Foto: Romulo Faro)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Bahia 247 - Fundado há 23 anos, o Grupo Cicopal vai investir R$ 18 milhões e gerar 225 empregos diretos na produção de salgadinho de milho, bebida mista, refrigerante e pipoca doce no município de São Sebastião do Passé, na Região Metropolitana de Salvador (RMS). O protocolo de intenções para implantação da segunda unidade fabril da empresa na Bahia foi assinado entre o secretário de Desenvolvimento Econômico (SDE), Jorge Hereda (à esquerda na foto); e o diretor da Cicopal, Rondinely Leal, nesta quarta-feira (6).

A outra unidade do grupo fica em Camaçari, onde produz toda a linha de salgadinhos Mico's e Sullper. Segundo Leal, a decisão de investir na Bahia foi tomada como ampliação de investimentos já existentes no estado.

"Aqui já temos toda a logística organizada para atender ao Norte e ao Nordeste. Queremos terminar a construção da unidade em tempo recorde. A previsão é que dentro de 4 a 6 meses a fábrica já esteja em funcionamento e produzindo 400 toneladas de produto pronto por mês", afirmou o diretor do Grupo Cicopal.

Segundo Leal, toda mão de obra da fábrica será preferencialmente local. A novidade é que essa nova unidade vai produzir a primeira linha de pipoca doce do grupo. Também será produzido o refrigerante Mico's. "Já solicitamos a análise da água do município e a resposta foi muito positiva. A qualidade da água é muito boa para a fabricação de refrigerante".

Para o secretário Jorge Hereda, a instalação da unidade e os empregos gerados "são muito significativos para o município de São Sebastião do Passé, principalmente por ser a primeira indústria de alimentos do município, que vive basicamente da extração de petróleo. A indústria alimentícia vai fomentar a cadeia agroindustrial, permitindo o crescimento dos agricultores, em especial no cultivo de batata e milho".

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247