Guardiola retomará carreira na próxima temporada

O espanhol, que completa 42 anos este mês, deixou o Barça no fim da temporada passada após quatro anos de sucesso no time catalão, onde conquistou 14 dos 19 títulos disputados, incluindo um bicampeonato da Liga dos Campeões e três títulos espanhóis

Guardiola retomará carreira na próxima temporada
Guardiola retomará carreira na próxima temporada (Foto: ARND WIEGMANN)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

ZURIQUE, 7 Jan (Reuters) - O ex-técnico do Barcelona Pep Guardiola confirmou que planeja retomar a carreira na próxima temporada, após um ano sabático.

O espanhol, que completa 42 anos este mês, deixou o Barça no fim da temporada passada após quatro anos de sucesso no time catalão, onde conquistou 14 dos 19 títulos disputados, incluindo um bicampeonato da Liga dos Campeões e três títulos espanhóis.

"Vou voltar (na próxima temporada) porque sou jovem, mas tenho vivido o estilo de vida que gostaria e que a minha família também merecia", disse Guardiola, que mudou-se para Nova York com a esposa e os filhos, em entrevista coletiva antes da entrega da Bola de Ouro da Fifa, nesta segunda-feira.

"Eu não olho para trás", acrescentou. "Você toma decisões porque precisam ser tomadas, eu não olho para as razões. O resto não é importante."

Ex-jogador do Barça e da seleção espanhola, Guardiola disse que estava exausto após quatro temporadas como comandante da equipe, e que precisava recarregar as baterias.

Especulações na mídia já colocaram Guardiola em uma série de times do primeiro escalão, incluindo os ingleses Manchester United, Manchester City e Chelsea. Ele não deu dicas de seu possível destino.

"Seria uma falta de respeito da minha parte falar sobre qualquer time que tem um técnico", disse.

Guardiola, que foi considerado pela mídia um eventual substituto de Mano Menezes no comando da seleção brasileira antes da volta de Luiz Felipe Scolari à equipe, disse que não considera assumir uma seleção de outro país.

"É uma honra que um país com tantas Copas do Mundo pense que eu possa treiná-lo, mas sempre acreditei que uma seleção deve ser treinada por alguém do próprio país."

(Por Iain Rogers, em Madri)

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email