CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
Geral

Guia eleitoral esquenta na reta final de campanha

Troca de farpas e acusações marcaram o programa eleitoral gratuito desta segunda-feira (24); de um lado, o PT criticando a PPP da Compesa, alegando que a parceria resultará na privatização do órgão e aumento da conta de água para os recifenses; do outro, o governador e presidente nacional do PSB Eduardo Campos sai em defesa do seu candidato e qualifica o adversário como “desesperado”

Guia eleitoral esquenta na reta final de campanha (Foto: Roberto Pereira/PSB e Társio Alves/Divulgação)
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

✅ Receba as notícias do Brasil 247 e da TV 247 no canal do Brasil 247 e na comunidade 247 no WhatsApp.

Raphael Coutinho _PE247 – A reta final do programa eleitoral gratuito está pegando fogo. No guia eleitoral exibido na noite desta segunda-feira (24), os materiais de PT e PSB foram dedicados às trocas de farpas e acusações. A tática adotada pelo programa petista foi a de criticar a Parceria Público Privada (PPP) do saneamento, alegando que a ação resultará na privatização da Compesa e a elevação da conta de água. Por outro lado, os socialista rebateram as acusações. O próprio governador de Pernambuco e presidente nacional do partido, Eduardo Campos, ficou encarregado de “desmentir” o fato e classificar como “desesperada” a atitude.

Humberto Costa (PT) focou o programa fazendo referência à polêmica, como já vinha fazendo em algumas inserções petistas durante o dia, ligando o caso à criticada privatização da Celpe, feita na época em que o governador do Estado era o senador Jarbas Vasconcelos (PMDB), aliado de Geraldo Julio (PSB). A propaganda diz ainda que a “privatização” causará um aumento de 15% na conta de água. “O meu primeiro ato quando eleito será pedir a suspensão da privatização”, declarou o prefeiturável petista no guia. Humberto desmentiu a participação na discussão da PPP da Compesa.

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

A resposta do PSB veio da principal liderança da legenda. Eduardo Campos reagiu com firmeza, dizendo que a cidade está cheia de problemas e que não serão resolvidos com mentiras e agressões. “Isso é uma mentira de gente desesperada na corrida eleitoral”, afirmou o cardeal socialista. O presidente da Chesf e ex-presidente da Compesa, João Bosco, também apareceu no guia para rebater o programa petista. “Acho estranho ele vir questionar agora se na época da elaboração do projeto foi favorável”, disse. Geraldo não criticou diretamente a situação.

DANIEL COELHO – Além de atacar diretamente o candidato socialista Geraldo Julio, que lidera as pesquisas de intenção de voto, os programas petistas também se voltaram contra o prefeiturável Daniel Coelho (PSDB). “O PSDB nunca representou mudança para o Brasil. O que o PSDB construiu, antes de Lula, com privatizações”, associando Daniel Coelho ao presidente do partido, deputado federal Sérgio Guerra e o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso.

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

iBest: 247 é o melhor canal de política do Brasil no voto popular

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

Carregando...

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

Carregando...

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO