Guilherme Boulos promete criar seis milhões de empregos em dois anos

Em comício na tarde deste sábado, no Largo da Batata, em São Paulo, o candidato à Presidência da República pelo PSOL, Guilherme Boulos, prometeu criar 6 milhões de empregos em 2 anos através do programa Levanta Brasil, além de 1 milhão de vagas nas universidades públicas

Guilherme Boulos promete criar seis milhões de empregos em dois anos
Guilherme Boulos promete criar seis milhões de empregos em dois anos (Foto: Reprodução Twitter)

SP 247 - Em seu primeiro comício como candidato à Presidência da República pelo PSOL, realizado na tarde deste sábado (18), Guilherme Boulos prometeu criar 6 milhões de empregos em 2 anos e 1 milhão de vagas nas universidades públicas. "Enquanto eles produziram 14 milhões de desempregados, nós vamos criar 6 milhões de empregos em 2 anos com o programa Levanta Brasil. Vamos criar 1 milhão de vagas nas universidades públicas", discursou Boulos.

O evento, batizado de DiaB, aconteceu no Largo da Batata, em São Paulo, e contou com a presença de parlamentares do partido como Luiza Erundina, Ivan Valente, Sâmia Bomfim e João Paulo Rillo, da candidata ao Governo de São Paulo, Lisete Arelaro, e da candidata à Vice na chapa de Boulos, Sonia Guajajara. "Aqui está presente a energia de Zumbi dos Palmares. A energia do cacique Jorginho Guajajara assassinado essa semana. Aqui está presente a energia de Marielle Franco", falou Boulos, o mais jovem concorrente ao Planalto.

Guilherme Boulos também abordou o tema da segurança pública, dizendo que diferentemente da matança de jovens e negros que ocorre nas periferias, o projeto de sua candidatura é a desmilitarização das polícias e o enfrentamento da guerra às drogas, baseado na prevenção e na inteligência. "O comando do crime organizado não está no barraco de nenhuma favela, o comando do crime organizado está em Brasília, na Praça dos Três Poderes", afirmou.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247