Guimarães: Povo na rua é fundamental para garantir eleições diretas

O deputado federal José Guimarães (PT-CE), destaca que esta semana será decisiva para encontrar uma saída para o país. Nesta terça-feira (23), os líderes oposicionistas discutem com as frentes Brasil Popular e Povo sem Medo a mobilização para o ato Ocupa Brasília, que ocorre na quarta-feira (24), para exigir a renúncia de Michel Temer e a realização de eleições diretas já. "É fundamental tomar as ruas, senão, produzem uma saída pelo alto, excluindo o povo do protagonismo de escolher o novo líder da nação”, afirma o deputado, líder da minoria na Câmara Federal

José Guimarães fala à imprensa no Congresso Nacional
José Guimarães fala à imprensa no Congresso Nacional (Foto: Fatima 247)

Ceará 247 - O deputado federal José Guimarães considera que é fundamental a mobilização social para barrar a possibilidade de eleições indiretas, com a saída de Michel Temer. "É fundamental tomar as ruas, senão, produzem uma saída pelo alto, excluindo o povo do protagonismo de escolher o novo líder da nação”.

José Guimarães (PT-CE), ressalta que esta semana será decisiva para encontrar uma saída para o país. Segundo o deputado, nesta terça-feira (23), os líderes oposicionistas discutem com as frentes Brasil Popular e Povo sem Medo a mobilização para o ato Ocupa Brasília, que ocorre na quarta-feira (24), para exigir a renúncia de Michel Temer e a realização de eleições diretas já. “O governo Temer acabou, não tem mais moral nenhuma para governar o Brasil, e não há outra saída que não seja a convocação imediata de eleições diretas para a presidência da República”, sustenta o líder da oposição.

Ainda na terça-feira, os deputados de oposição também vão tentar votar a Proposta de Emenda à Constituição 227/16, do deputado Miro Teixeira (Rede-RJ), que prevê a eleição direta nos casos de vacância da presidência da República mais de seis meses antes do fim do mandato na Comissão de Constituição e Justiça.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247