Haddad diz que “é melhor eleger um mágico” para ter passe livre em SP

Prefeito de São Paulo lembra que, para implementar o passe livre total na capital paulista, a administração municipal teria de gastar R$ 8 bilhões em subsídios; "Passe livre para todo mundo custa todo o IPTU da cidade. Eu precisaria pegar todo o IPTU da cidade, tirar da educação, tirar da saúde, tirar da cultura, tirar de tudo para dar isso aí", compara; para Fernando Haddad (PT), "tem tanta coisa que podia vir à frente. Podia ter almoço grátis, jantar grátis. Ida para a Disney grátis"

Prefeito de São Paulo lembra que, para implementar o passe livre total na capital paulista, a administração municipal teria de gastar R$ 8 bilhões em subsídios; "Passe livre para todo mundo custa todo o IPTU da cidade. Eu precisaria pegar todo o IPTU da cidade, tirar da educação, tirar da saúde, tirar da cultura, tirar de tudo para dar isso aí", compara; para Fernando Haddad (PT), "tem tanta coisa que podia vir à frente. Podia ter almoço grátis, jantar grátis. Ida para a Disney grátis"
Prefeito de São Paulo lembra que, para implementar o passe livre total na capital paulista, a administração municipal teria de gastar R$ 8 bilhões em subsídios; "Passe livre para todo mundo custa todo o IPTU da cidade. Eu precisaria pegar todo o IPTU da cidade, tirar da educação, tirar da saúde, tirar da cultura, tirar de tudo para dar isso aí", compara; para Fernando Haddad (PT), "tem tanta coisa que podia vir à frente. Podia ter almoço grátis, jantar grátis. Ida para a Disney grátis" (Foto: Gisele Federicce)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

SP 247 – O prefeito de São Paulo, Fernando Haddad (PT), sugeriu aos manifestantes que têm protestado contra o aumento da passagem na capital paulista, liderados pelo MPL (Movimento Passe Livre), que elejam "um mágico" para prefeito em outubro desse ano, a fim e implementar a medida na cidade.

Ele lembrou que o custo do passe livre total para a administração municipal seria de R$ 8 bilhões em subsídios. "Passe livre para todo mundo custa todo o IPTU da cidade. Eu precisaria pegar todo o IPTU da cidade, tirar da educação, tirar da saúde, tirar da cultura, tirar de tudo para dar isso aí", comparou o prefeito nesta quinta-feira 21.

Haddad ironizou ainda ao dizer que "tem tanta coisa que podia vir à frente. Podia ter almoço grátis, jantar grátis. Ida para a Disney grátis". Ele também pediu que o debate sobre o transporte seja feito com "seriedade" e destacou que o custo anual da gratuidade somente para estudantes é de R$ 700 milhões para a Prefeitura.

"R$ 700 milhões e não resolveu o problema. Sabe quantos CEUs (Centros Educacionais Unificados) dá para construir com R$ 700 milhões ao ano? 20. Sabe quantos hospitais construo com R$ 700 milhões? Quatro. A situação é de seriedade", afirmou.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247

WhatsApp Facebook Twitter Email