Haddad firma acordo com Sesi e Senai para construção de polo educacional

O prefeito de São Paulo assinou contrato de concessão de uso de um terreno de 21,1 mil metros quadrados para empreendimento educacional na zona leste; "Estamos mapeando as oportunidades para transformar esse espaço em um centro vivo da zona leste", declarou Fernando Haddad (PT)

O prefeito de São Paulo assinou contrato de concessão de uso de um terreno de 21,1 mil metros quadrados para empreendimento educacional na zona leste; "Estamos mapeando as oportunidades para transformar esse espaço em um centro vivo da zona leste", declarou Fernando Haddad (PT)
O prefeito de São Paulo assinou contrato de concessão de uso de um terreno de 21,1 mil metros quadrados para empreendimento educacional na zona leste; "Estamos mapeando as oportunidades para transformar esse espaço em um centro vivo da zona leste", declarou Fernando Haddad (PT) (Foto: Gisele Federicce)

Por Rede Brasil Atual – "Queremos criar uma grande centralidade na zona leste", afirmou ontem (29) o prefeito Fernando Haddad (PT), que firmou uma concessão de uso de um terreno público de 21,1 mil metros quadrados em Itaquera para a construção de um complexo educacional do Serviço Social da Indústria (Sesi) e do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai). "Entendemos que esse sítio significa o melhor espaço para o desenvolvimento desta região com relação a comércio, serviços, acesso a educação e cultura no extremo leste", disse Haddad.

No ano passado, a prefeitura concedeu um terreno ao lado deste, de 40 mil metros quadrados, para a construção de um centro cultural do Sesi. A assinatura ocorreu entre Haddad e o presidente da Federação das Indústrias do Estado (Fiesp), Paulo Skaf.

O espaço cultural contará com um teatro para até 800 pessoas, além de sediar uma escola de formação e especialização para artes e cultura, e um centro de fomento de estudos de matemáticas e ciências. Já o Senai possui a perspectiva de oferecer mais de dez cursos, como Urbanismo e Meio Ambiente, Conectividade e Telecomunicações, Logística, Alimentos, Infraestrutura Sustentável, Design, Mobilidade Urbana, Metalomecânica e Sistemas de Segurança.

"Junto com a Secretaria de Desenvolvimento Urbano, estamos mapeando as oportunidades para transformar esse espaço em um centro vivo da zona leste, porque é um lugar de fácil acesso, com metrô e terminal de ônibus conjuntos", afirmou o prefeito. A região vem sendo incentivada pela atual gestão. O entorno ainda conta com a Arena Corinthians e uma unidade da Faculdade de Tecnologia do Estado de São Paulo (Fatec).

Antes da finalização da Arena Corinthians, para a Copa do Mundo de 2014, a região passou por uma série de obras que representaram melhorias viárias, além de uma lei de incentivo fiscal que concede isenção de IPTU e redução de ISS para empresas que se instalem no local. A intenção está alinhada com a visão do Plano Diretor Estratégico, aprovado em 2014, que, entre outros pontos de planejamento, pretende descentralizar as zonas de trabalho, atraindo empregos para as periferias da cidade.

"A região do entorno da Jacu-Pêssego compõe o Arco do Futuro, o tramo leste dele é justamente a Jacu Pêssego com o Polo de Itaquera. Nós concebemos o polo como uma área para receber incentivos fiscais para atrair empresas. Criar a Arena Corinthians por si só não basta", afirmou o prefeito.

A concessão do terreno para o Sesi e o Senai correspondem a esta intenção de desenvolvimento local, como afirmou Skaf: "Essa escola do Senai, quando pronta, teremos na cidade a mais moderna escola do mundo para a formação profissional dessas áreas, porque o Senai, quando faz um investimento, procura o que há de mais moderno em sistema, equipamentos, laboratórios e construção".

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247