Haddad simplifica aprovação nas escolas

Secretário Municipal de Educação, César Callegari, anunciou que os alunos serão aprovados mesmo tendo algumas notas vermelhas; ele defende a avaliação do processo educacional como um todo e a medição do potencial dos alunos; diretores de escolas denunciam pressão para não reprovar

Secretário Municipal de Educação, César Callegari, anunciou que os alunos serão aprovados mesmo tendo algumas notas vermelhas; ele defende a avaliação do processo educacional como um todo e a medição do potencial dos alunos; diretores de escolas denunciam pressão para não reprovar
Secretário Municipal de Educação, César Callegari, anunciou que os alunos serão aprovados mesmo tendo algumas notas vermelhas; ele defende a avaliação do processo educacional como um todo e a medição do potencial dos alunos; diretores de escolas denunciam pressão para não reprovar (Foto: Felipe L. Goncalves)

SP 247 - Uma reportagem do jornalista Fábio Takahashi, da Folha de S. Paulo (leia aqui), revela que a prefeitura municipal de São Paulo, gerida pelo petista Fernando Haddad, irá flexibilizar a aprovação dos alunos na rede municipal de ensino.

Agora, segundo o secretário de Educação, Cesar Callegari, serão aprovados mesmo alunos com algumas notas vermelhas, desde que os educadores concordem que ele tem potencial para melhorar seu desempenho nos anos seguintes.

Segundo o secretário, não será um processo de aprovação automática."O sujeito teve 3, 2, 2, 4 e, como ficou tudo no vermelho, será reprovado. Não é isso. Queremos avaliação do processo inteiro", afirmou.

Na semana passada, o Sinesp, Sindicato dos Diretores de Escolas Municipais, divulgou comunicado em que chama de "politiqueira" a decisão de reprovar menos e informou que diretores de escolas estão sendo pressionados a não reprovar. 

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247