CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
Geral

Hepatite C. Em breve, testes de triagem rápida

Já utilizados para detectar o HIV, os novos TROD irão auxiliar na detecção do vírus da hepatite C em 15 minutos, a partir de uma gota de sangue.

Imagem Thumbnail
Hepatite C. Em breve, testes de triagem rápida
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

✅ Receba as notícias do Brasil 247 e da TV 247 no canal do Brasil 247 e na comunidade 247 no WhatsApp.

 

 

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

Por: Le Figaro

 

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

Seis anos após terem sido aprovados para a AIDS, testes rápidos de triagem serão disponibilizados em breve para associações e centros de cuidados para detectar o vírus da Hepatite C em dezenas de milhares de pessoas que ignoram estar infetadas.

«Na França, os testes deverão estar disponíveis já neste mês de junho”, disse Jérôme André, o diretor da HF Prevenção, uma associação que, há vários anos, organiza operações de triagem rápida de AIDS nas populações de risco, durante uma conferência de imprensa organizada em Paris.

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

Conhecidos por TROD (teste rápido de orientação e de diagnóstico), os testes, que serão oferecidos gratuitamente, devem ser capazes de detectar o vírus da hepatite C (HCV) em cerca de quinze minutos, a partir de uma gota de sangue colhida no dedo.

Transmissão sanguínea

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

Se não for tratada a tempo, a infecção por HCV levará gradualmente à cirrose ou ao câncer do fígado. Mas ela aumenta também o risco de diabetes e de doenças cárdio vasculares, segundo o Prof. Jean-Pierre Bronowicki, hepatologista. De acordo com o Instituto de Vigilância Sanitária (InVS), cerca de 400 mil pessoas, no total, foram infectadas pelo HCV na França, incluindo 230 mil afetadas de formas crônicas da doença. Dentre elas, cerca de 75 mil ignoravam, em 2014, que  tinham sido infectadas, contra mais de 100 mil em 2004.

A HCV ainda é uma moléstia bastante mal conhecida pelos franceses, como ficou demonstrado em uma pesquisa Ifop cujos resultados foram divulgados há poucas semanas: apenas uma pessoa em cada cinco passou pelo teste de triagem em sua vida, enquanto cerca de 80% ignoram que a transmissão do vírus é feita exclusivamente através da corrente sanguínea. A principal via de contaminação ainda é o compartilhamento de materiais (seringas, colher, algodão embebido...) entre os viciados. O vírus também pode ser transmitido durante relações sexuais «traumáticas» sem preservativo, disse Jérôme André.

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

A questão do tratamento

Ele acrescenta que, como no caso da AIDS, sua associação irá «se aproximar das populações de risco» enviando unidades móveis em florestas, estacionamentos, áreas de rodovias. Os testes HVC também estarão disponíveis em centros comerciais «de acordo com critérios bem específicos» na tentativa de identificar as pessoas que ignoram estar infectadas (na grande maioria, homens com idades entre 18 a 60 anos).

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

Uma vez o diagnóstico estabelecido, ainda restará saber que pacientes poderão se beneficiar com tratamentos caros, mas muito eficazes, que entraram no mercado nestes últimos anos. «Temo que 80% das pessoas recentemente detectadas não sejam tratadas, porque sofrem de formas leves », lamenta o Dr. Pascal Mélin, presidente da associação de pacientes Federação SOS Hepatite. Por enquanto, na França, os tratamentos inovadores estão reservados para as formas mais graves, apesar dos protestos das associações e dos médicos que reclamam sua extensão a todos os pacientes «a fim de erradicar a doença».

 

iBest: 247 é o melhor canal de política do Brasil no voto popular

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO