Homem que ejaculou em mulher ataca outra vítima e é preso novamente

Diego Ferreira de Novais, de 27 anos, voltou a ejacular em uma mulher em um ônibus de São Paulo na manhã deste sábado, segundo informações da PM; ele foi detido inicialmente pelos passageiros do ônibus, que chamaram os policiais militares; na última quarta, ele chegou a ser preso em flagrante pelo mesmo ato, mas foi solto após audiência de custódia

Diego Ferreira de Novais, de 27 anos, voltou a ejacular em uma mulher em um ônibus de São Paulo na manhã deste sábado, segundo informações da PM; ele foi detido inicialmente pelos passageiros do ônibus, que chamaram os policiais militares; na última quarta, ele chegou a ser preso em flagrante pelo mesmo ato, mas foi solto após audiência de custódia
Diego Ferreira de Novais, de 27 anos, voltou a ejacular em uma mulher em um ônibus de São Paulo na manhã deste sábado, segundo informações da PM; ele foi detido inicialmente pelos passageiros do ônibus, que chamaram os policiais militares; na última quarta, ele chegou a ser preso em flagrante pelo mesmo ato, mas foi solto após audiência de custódia (Foto: Gisele Federicce)

SP 247 - O homem que ejaculou no pescoço de uma mulher dentro de um ônibus na capital paulista na última terça-feira 29 voltou a ser preso na manhã deste sábado 2 por praticar a o mesmo ato, segundo a Polícia Militar.

Diego Ferreira de Novais, de 27 anos, foi detido inicialmente pelos passageiros do ônibus, que passava pela Avenida Brigadeiro Luiz Antônio, região central da cidade, e em seguida pelos policiais militares, que foram chamados.

Na última quarta-feira 30, ele foi liberado após ter praticado o mesmo ato. Por meio de audiência de custódia, o juiz José Eugênio do Amaral Souza Neto entendeu que não poderia enquadrá-lo pelo crime de estupro, pois não houve ameaça, nem violência.

A decisão causou polêmica e revolta na internet, que comenta o caso até hoje. Diego tem 15 passagens pela polícia por condutas similares. Seu pai chegou a defender sua prisão e o descreveu como violento.

A semana teve ainda um terceiro caso de violência sexual em coletivos. Um agressor passou a mão nos seios de uma moça em outro ônibus, também na região da Avenida Paulista.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247