Homens da Força Nacional atuarão no sistema prisional do Piauí

Em agenda administrativa em Brasília, o governador Wellington Dias e o secretário de Estado da Justiça (Sejus), Daniel Oliveira, se reuniram com Michel Temer; foi autorizada a destinação de 100 homens da Força Nacional, especializados em presídios, para atuarem no sistema prisional piauiense; “Nós temos uma necessidade em alguns presídios de somar com a força já existente para que possamos garantir as condições de estabilidade do sistema, evitando fugas e garantindo as condições de normalidade”, explica Wellington; a Secretaria de Justiça do Piauí decretou situação de emergência na penitenciária Luiz Gonzaga Rebelo, em Esperantina, após rebelião, com terminou com a fuga de 75 presos; ao menos 41 foram recapturados

Em agenda administrativa em Brasília, o governador Wellington Dias e o secretário de Estado da Justiça (Sejus), Daniel Oliveira, se reuniram com Michel Temer; foi autorizada a destinação de 100 homens da Força Nacional, especializados em presídios, para atuarem no sistema prisional piauiense; “Nós temos uma necessidade em alguns presídios de somar com a força já existente para que possamos garantir as condições de estabilidade do sistema, evitando fugas e garantindo as condições de normalidade”, explica Wellington; a Secretaria de Justiça do Piauí decretou situação de emergência na penitenciária Luiz Gonzaga Rebelo, em Esperantina, após rebelião, com terminou com a fuga de 75 presos; ao menos 41 foram recapturados
Em agenda administrativa em Brasília, o governador Wellington Dias e o secretário de Estado da Justiça (Sejus), Daniel Oliveira, se reuniram com Michel Temer; foi autorizada a destinação de 100 homens da Força Nacional, especializados em presídios, para atuarem no sistema prisional piauiense; “Nós temos uma necessidade em alguns presídios de somar com a força já existente para que possamos garantir as condições de estabilidade do sistema, evitando fugas e garantindo as condições de normalidade”, explica Wellington; a Secretaria de Justiça do Piauí decretou situação de emergência na penitenciária Luiz Gonzaga Rebelo, em Esperantina, após rebelião, com terminou com a fuga de 75 presos; ao menos 41 foram recapturados (Foto: Leonardo Lucena)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Por Pablo Cavalcante

Em agenda administrativa em Brasília, o governador Wellington Dias e o secretário de Estado da Justiça (Sejus), Daniel Oliveira, se reuniram, nesta segunda-feira (9), com o presidente da República, Michel Temer. Na ocasião, o presidente autorizou a destinação de 100 homens da Força Nacional, especializados em presídios, para atuarem no sistema prisional piauiense.

“Nós temos uma necessidade em alguns presídios de somar com a força já existente para que possamos garantir as condições de estabilidade do sistema, evitando fugas e garantindo as condições de normalidade”, explica Wellington Dias.

Além da chegada do efetivo da Força Nacional, Michel Temer autorizou a atuação do setor de inteligência da Polícia Federal para auxiliar no enfrentamento ao crime organizado no estado. “Nós temos uma presença do crime organizado que tem tido uma ação dentro do estado tentando tumultuar o sistema prisional. Nós, da Secretaria de Justiça, em parceria com a Secretaria de Estado da Segurança, temos realizado um trabalho importante nesse sentido. Agora nós vamos ter esse reforço e com certeza garantir as condições de estabilidade no nosso sistema Prisional do Piauí”, garante o secretário de Justiça do Estado, Daniel Oliveira.

Os Agentes da Força Nacional devem ser destacados para o Piauí de imediato, observando-se apenas o período de mobilização dos soldados. As estratégias de atuação serão discutidas pelas secretarias de Estado e Sejus junto ao Ministério da Justiça.

 

 

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247