Hospital de Águas Lindas tem 60% das obras prontas

Com estimativa de atender a 250 mil pessoas da Região do Entorno do Distrito Federal, a unidade tem perfil de hospital geral de pronto-atendimento; obras do hospital ficaram paralisadas por cinco anos, quando a unidade pertencia à prefeitura de Águas Lindas; governo estadual assumiu a responsabilidade pelo hospital em 2013, quando retomou de imediato as obras; unidade terá especialidade em clínica médica, pediatria, ginecologia, ortopedia e cirurgia geral; serão 134 leitos, sendo dez para UTI Adulto, dez de UTI pediátrica e dez para UTI neonatal; investimento total do Estado será de R$ 15,6 milhões

Com estimativa de atender a 250 mil pessoas da Região do Entorno do Distrito Federal, a unidade tem perfil de hospital geral de pronto-atendimento; obras do hospital ficaram paralisadas por cinco anos, quando a unidade pertencia à prefeitura de Águas Lindas; governo estadual assumiu a responsabilidade pelo hospital em 2013, quando retomou de imediato as obras; unidade terá especialidade em clínica médica, pediatria, ginecologia, ortopedia e cirurgia geral; serão 134 leitos, sendo dez para UTI Adulto, dez de UTI pediátrica e dez para UTI neonatal; investimento total do Estado será de R$ 15,6 milhões
Com estimativa de atender a 250 mil pessoas da Região do Entorno do Distrito Federal, a unidade tem perfil de hospital geral de pronto-atendimento; obras do hospital ficaram paralisadas por cinco anos, quando a unidade pertencia à prefeitura de Águas Lindas; governo estadual assumiu a responsabilidade pelo hospital em 2013, quando retomou de imediato as obras; unidade terá especialidade em clínica médica, pediatria, ginecologia, ortopedia e cirurgia geral; serão 134 leitos, sendo dez para UTI Adulto, dez de UTI pediátrica e dez para UTI neonatal; investimento total do Estado será de R$ 15,6 milhões (Foto: José Barbacena)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Goiás 247 - O Hospital Geral de Águas Lindas Eduardo Pereira Brandão está com mais de 60% das obras concluídas. Com estimativa de atender a 250 mil pessoas da Região do Entorno do Distrito Federal, a unidade tem perfil de hospital geral de pronto-atendimento e será disponibilizado para demanda espontânea e referenciada. O governador Marconi Perillo vistoriou as obras no final de junho e ressaltou o padrão de alta qualidade do local. A unidade deve ser entregue no próximo ano.

As obras do hospital ficaram paralisadas por cinco anos, quando a unidade pertencia à Prefeitura de Águas Lindas. O governo estadual assumiu a responsabilidade pelo hospital em 2013, quando retomou de imediato as obras. A unidade terá especialidade em clínica médica, pediatria, ginecologia, ortopedia e cirurgia geral. Ao todo, serão 134 leitos, sendo dez para UTI Adulto, dez de UTI pediátrica e dez para UTI neonatal. Os demais serão para atendimento em clínica médica, obstetrícia e ginecologia.

O hospital oferecerá exames de Raios-X, tomografia computadorizada e ultrassonografia. Terá oito salas cirúrgicas, sendo quatro para cirurgia geral. Ele integra a Rede de Urgência e Emergência, que compreende dez hospitais: Hospital de Urgências de Goiânia (Hugo), Hospital de Urgências Governador Otávio Lage de Siqueira (Hugol), Hospital de Urgências de Anápolis (Huana), Hospital de Uruaçu (em construção), Hospital de Urgências de Aparecida de Goiânia (Huapa), Hospital de Urgências da Região Sudoeste (Hurso), Hospital de Urgências de Trindade (Hutrin), Hospital Regional de Santo Antônio do Descoberto (em fase de construção) e Hospital Materno Infantil (HMI).

O investimento total do Estado será de R$ 15,6 milhões. A unidade possui terreno de 30 mil metros quadrados e área construída de 11.405.62 metros quadrados.

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247