Hotel de empresário que morreu com Teori seria local de troca de propina

Hotel Emiliano, do empresário Carlos Alberto Filgueiras, que morreu junto com o ministro Teori Zavascki na queda do avião no litoral de Paraty (RJ) nessa quinta-feira, 19, seria local utilizado como ponto de encontro de políticos investigados; segundo a coluna Painel, o empreiteiro Ricardo Pessoa, da UTC, disse aos investigadores da operação Lava Jato que encontrou-se com o presidente do Senado, Renan Calheiros, no hotel Emiliano, em São Paulo, onde tratou de doação à campanha de Renan Filho (PMDB) ao governo de Alagoas

www.brasil247.com - Hotel Emiliano, do empresário Carlos Alberto Filgueiras, que morreu junto com o ministro Teori Zavascki na queda do avião no litoral de Paraty (RJ) nessa quinta-feira, 19, seria local utilizado como ponto de encontro de políticos investigados; segundo a coluna Painel, o empreiteiro Ricardo Pessoa, da UTC, disse aos investigadores da operação Lava Jato que encontrou-se com o presidente do Senado, Renan Calheiros, no hotel Emiliano, em São Paulo, onde tratou de doação à campanha de Renan Filho (PMDB) ao governo de Alagoas
Hotel Emiliano, do empresário Carlos Alberto Filgueiras, que morreu junto com o ministro Teori Zavascki na queda do avião no litoral de Paraty (RJ) nessa quinta-feira, 19, seria local utilizado como ponto de encontro de políticos investigados; segundo a coluna Painel, o empreiteiro Ricardo Pessoa, da UTC, disse aos investigadores da operação Lava Jato que encontrou-se com o presidente do Senado, Renan Calheiros, no hotel Emiliano, em São Paulo, onde tratou de doação à campanha de Renan Filho (PMDB) ao governo de Alagoas (Foto: Aquiles Lins)


SP 247 - O Hotel Emiliano, cujo dono, o empresário Carlos Alberto Filgueiras, morreu junto com o ministro Teori Zavascki na queda do avião no litoral de Paraty (RJ) nessa quinta-feira, 19, seria local utilizado como ponto de encontro de políticos investigados.

Segundo a coluna Painel, o empreiteiro Ricardo Pessoa, da UTC, disse aos investigadores da operação Lava Jato que encontrou-se com o presidente do Senado, Renan Calheiros, no hotel Emiliano, em São Paulo, onde tratou de doação à campanha de Renan Filho (PMDB) ao governo de Alagoas. 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Cortes 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email