Houve 'perseguição' do PP no Ministério das Cidades

Novo presidente da BahiaPesca diz que denúncias de lobby na sua gestão na chefia de gabinete da pasta foi disputa do Partido Progressista (PP) para derrubar o então ministro Mário Negromonte; ele se declara inocente; "Fui como aliado político para trabalhar no cargo. Foi feita sindicância para apurar e fui inocentado. Não fui chamado para depor em lugar nenhum"

Houve 'perseguição' do PP no Ministério das Cidades
Houve 'perseguição' do PP no Ministério das Cidades (Foto: Divulgação)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Bahia 247

Com seu nome mal visto por causa de denúncias de lobby quando era chefe de gabinete do Ministério das Cidades, Cássio Peixoto confirma a versão do presidente do PP na Bahia e ex-ministro Mário Negromonte e diz que tudo não passou de disputa interna do partido pelo seu cargo.

Denúncia feita pela Folha acusava o baiano de envolvimento em um esquema de fraudes de pareceres e que ele teria se encontrado com o empresário Luiz Carlos Garcia, dono da Poliedro Informática, e com o lobista Mauro César dos Santos para tratar de um projeto milionário antes do lançamento do edital licitatório.

"Fui como aliado político para trabalhar no cargo. Foi feita sindicância para apurar e fui inocentado. Não fui chamado para depor em lugar nenhum", afirma Peixoto, que foi nomeado presidente da BahiaPesca pelo governador Jaques Wagner (PT).

"Me sinto tranquilo, porque foi um problema que terminou ali e foi apenas para atingir o ministro [Mário Negromonte]", disse em entrevista ao Bahia Notícias. Na época, ele chegou a admitir que se afastou do cargo porque as denúncias o "feriram muito".

"A resposta vai ser dada com trabalho. Farei com que a Bahia Pesca atenda comunidades pesqueiras e desenvolva principalmente a psicultura e aquicultura", prometeu o engenheiro agrônomo.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como:

• Cartão de crédito na plataforma Vindi: acesse este link

• Boleto ou transferência bancária: enviar email para [email protected]

• Seja membro no Youtube: acesse este link

• Transferência pelo Paypal: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Patreon: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Catarse: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Apoia-se: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Vakinha: acesse este link

Inscreva-se também na TV 247, siga-nos no Twitter, no Facebook e no Instagram. Conheça também nossa livraria, receba a nossa newsletter e ative o sininho vermelho para as notificações.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247