Humberto a Aécio: 'Só há um resultado: Dilma venceu'

“Esta foi uma campanha com muitos excessos de parte a parte. A Presidenta Dilma foi vítima de agressões violentíssimas. No Brasil, talvez apenas Getúlio Vargas e João Goulart tenham sido submetidos ao cerco a que essa mulher foi submetida ao longo desses quatro anos”, rebateu ontem o líder do PT no Senado, em resposta a críticas do tucano; “E aí nós temos que dizer: não existem dois resultados. Existe um resultado. Vossa Excelência foi guerreiro, foi forte, teve uma grande votação, mas a vencedora é a presidenta Dilma Rousseff”, completou

www.brasil247.com - “Esta foi uma campanha com muitos excessos de parte a parte. A Presidenta Dilma foi vítima de agressões violentíssimas. No Brasil, talvez apenas Getúlio Vargas e João Goulart tenham sido submetidos ao cerco a que essa mulher foi submetida ao longo desses quatro anos”, rebateu ontem o líder do PT no Senado, em resposta a críticas do tucano; “E aí nós temos que dizer: não existem dois resultados. Existe um resultado. Vossa Excelência foi guerreiro, foi forte, teve uma grande votação, mas a vencedora é a presidenta Dilma Rousseff”, completou
“Esta foi uma campanha com muitos excessos de parte a parte. A Presidenta Dilma foi vítima de agressões violentíssimas. No Brasil, talvez apenas Getúlio Vargas e João Goulart tenham sido submetidos ao cerco a que essa mulher foi submetida ao longo desses quatro anos”, rebateu ontem o líder do PT no Senado, em resposta a críticas do tucano; “E aí nós temos que dizer: não existem dois resultados. Existe um resultado. Vossa Excelência foi guerreiro, foi forte, teve uma grande votação, mas a vencedora é a presidenta Dilma Rousseff”, completou (Foto: Paulo Emílio)


Pernambuco 247 - Em aparte ao senador Aécio Neves (PSDB-MG), que discursou pela 1ª vez na Casa após a derrota nas eleições presidenciais de outubro, o líder do PT no Senado, Humberto Costa (PT), se contrapôs às críticas feitas pelo tucano na tribuna da Casa à presidenta Dilma Rousseff. O petista saudou o retorno do colega e parabenizou-o pelo desempenho como candidato, mas não deixou passar em branco os ataques feitos pelo tucano à presidenta da República.

"Esta foi uma campanha com muitos excessos de parte a parte. A Presidenta Dilma foi vítima de agressões violentíssimas. No Brasil, talvez apenas Getúlio Vargas e João Goulart tenham sido submetidos ao cerco a que essa mulher foi submetida ao longo desses quatro anos", disse Humberto, do plenário, a Aécio, que ocupava a tribuna. "E aí nós temos que dizer: não existem dois resultados. Existe um resultado. Vossa Excelência foi guerreiro, foi forte, teve uma grande votação, mas a vencedora é a presidenta Dilma Rousseff."

O líder do PT rechaçou a ideia de que o Brasil esteja dividido e lembrou que a própria Dilma, acolhendo um pedido de Aécio, estendeu a mão em favor da união de todo o país por meio do diálogo. Humberto combateu, ainda, o preconceito e a discriminação pós-eleitoral contra nordestinos, lembrando que a vitória de Dilma foi ampla e plural, vinda inclusive das Minas Gerais de Aécio Neves.

"Nós precisamos, sem esquecer as nossas diferenças, defender com veemência a democracia no Brasil, nos manifestarmos de forma absolutamente clara e peremptória contra essas posições de defesa de impeachment ou de defesa da volta da ditadura militar", afirmou Humberto, pedindo a Aécio que assuma esse compromisso de forma veemente.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Cortes 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email