“Ideologia de gênero é safadeza” diz deputado

O deputado estadual Dudu Holanda (PSD), durante pronunciamento na Assembleia Legislativa de Alagoas, classificou a discussão sobre “ideologia de gênero” como "safadeza"; ele disse, ainda, que o Legislativo não vai aprovar lei que legitime a proposta; questão voltou a virar tema de pauta na sessão por conta do Plano Estadual de Educação

O deputado estadual Dudu Holanda (PSD), durante pronunciamento na Assembleia Legislativa de Alagoas, classificou a discussão sobre “ideologia de gênero” como "safadeza"; ele disse, ainda, que o Legislativo não vai aprovar lei que legitime a proposta; questão voltou a virar tema de pauta na sessão por conta do Plano Estadual de Educação
O deputado estadual Dudu Holanda (PSD), durante pronunciamento na Assembleia Legislativa de Alagoas, classificou a discussão sobre “ideologia de gênero” como "safadeza"; ele disse, ainda, que o Legislativo não vai aprovar lei que legitime a proposta; questão voltou a virar tema de pauta na sessão por conta do Plano Estadual de Educação (Foto: Voney Malta)

Alagoas247 - Embora a Assembleia Legislativa tenha aprovado um requerimento pedindo a retirada do termo "ideologia de gênero" do Plano Estadual de Educação (PEE), o tema voltou à pauta da Casa de Tavares Bastos nesta quinta-feira (25). Durante pronunciamento, o deputado Dudu Holanda (PSD) classificou o assunto como "safadeza" e disse que o Legislativo não vai aprovar lei que legitime a proposta.

"Esse é um assunto esgotado, pois a Assembleia aprovou um requerimento que pede ao governador Renan Filho que retire o termo do plano de educação. No entanto, destaco que esta casa não vai aprovar nada em que conste essa safadeza que é a ideologia de gênero", ponderou o parlamentar, resgatando o assunto, que havia sido discutido na sessão da última terça-feira (23).

Na oportunidade, o deputado Davi Davino (PSB) pediu um aparte e afirmou que cabe ao Legislativo garantir "os direitos das maiorias". Segundo ele, a inclusão do assunto vai de encontro a essa garantia e retira o direito dos pais de decidirem sobre a orientação sexual dos filhos.

"Alguns questionam que a ideologia de gênero garante o direito das minorias. E onde estão os direitos das maiorias? Onde está o direito de um pai de educar o filho e orientá-lo sobre a questão sexual? Onde está o direito da família brasileira?", questionou Davino em aparte à fala de Holanda.

REPERCUSSÃO - A fala de Dudu Holanda repercutiu matéria da Gazeta de Alagoas desta quinta-feira (25), que mostrou que parlamentares alagoanos desconheciam o Plano Estadual de Educação (PEE). Durante pronunciamento, Holanda afirmou que, agora, tem conhecimento do plano e até listou termos contidos nele.

Com gazetaweb.com

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247