Imbassahy sugere que TRE fiscalize 'vaquinha' do PT

O deputado federal Antônio Imbassahy comentou a iniciativa do PT baiano de lançar uma campanha de arrecadação de fundos para quitar dívidas de campanha; ele lembra que "o partido passa por uma grave crise envolvido nas investigações de corrupção" e sugere que o TRE fiscalize a possível arrecadação de dinheiro pela legenda; "No âmbito das investigações da Operação Lava Jato, o PT está sendo denunciando por receber entre R$ 150 e R$ 200 milhões de dólares em propina de contratos da Petrobras", lembra o tucano, que é vice-presidente da CPI da Petrobras na Câmara

O deputado federal Antônio Imbassahy comentou a iniciativa do PT baiano de lançar uma campanha de arrecadação de fundos para quitar dívidas de campanha; ele lembra que "o partido passa por uma grave crise envolvido nas investigações de corrupção" e sugere que o TRE fiscalize a possível arrecadação de dinheiro pela legenda; "No âmbito das investigações da Operação Lava Jato, o PT está sendo denunciando por receber entre R$ 150 e R$ 200 milhões de dólares em propina de contratos da Petrobras", lembra o tucano, que é vice-presidente da CPI da Petrobras na Câmara
O deputado federal Antônio Imbassahy comentou a iniciativa do PT baiano de lançar uma campanha de arrecadação de fundos para quitar dívidas de campanha; ele lembra que "o partido passa por uma grave crise envolvido nas investigações de corrupção" e sugere que o TRE fiscalize a possível arrecadação de dinheiro pela legenda; "No âmbito das investigações da Operação Lava Jato, o PT está sendo denunciando por receber entre R$ 150 e R$ 200 milhões de dólares em propina de contratos da Petrobras", lembra o tucano, que é vice-presidente da CPI da Petrobras na Câmara (Foto: Romulo Faro)

Bahia 247 - O deputado federal Antônio Imbassahy (PSDB) comentou nesta quarta-feira (25) a iniciativa do PT baiano de lançar uma campanha de arrecadação de fundos para quitar dívidas de campanha. Ele lembra que "o partido passa por uma grave crise envolvido nas investigações de corrupção" e sugere que o Tribunal Regional Eleitoral (TRE) fiscalize a possível arrecadação de dinheiro pela legenda.

"No âmbito das investigações da Operação Lava Jato, o PT está sendo denunciando por receber entre R$ 150 e R$ 200 milhões de dólares em propina de contratos da Petrobras", lembra o tucano, que é vice-presidente da CPI da Petrobras na Câmara dos Deputados.

Imbassahy diz também "que esse modelo de vaquinha já foi utilizado no passado por petistas condenados no mensalão com recursos de origem suspeita de esquemas de desvio de dinheiro público", e por isso ele considera "importante" que o fiscalize às contribuições solicitadas pelo PT da Bahia.

O tucano chama atenção ainda para o fato de que, "em tempos bicudos, dificilmente, alguém, mesmo que de boa vontade, vá querer doar dinheiro para o partido de um governo, cujo próprio presidente nacional considera uma merda".

O parlamentar se refere a reunião com cerca de 150 apoiadores do PT ontem (24), na qual o presidente nacional do partido, Rui Falcão largou a pérola: 'É um governo de merda, mas é o meu governo".

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247