Incêndio atinge empresa de fertilizantes em Cubatão

A Vale Fertilizantes informou por meio de nota que o incêndio desta quinta-feira 5 ocorreu em uma correia transportadora que alimenta o armazém da unidade de nitrato de amônio do Complexo Industrial de Cubatão, no litoral de São Paulo; segundo a empresa, a emissão dos gases gerados durante a queima do nitrato já foi contida; as causas do incêndio e os danos ambientais estão sendo apurados

A Vale Fertilizantes informou por meio de nota que o incêndio desta quinta-feira 5 ocorreu em uma correia transportadora que alimenta o armazém da unidade de nitrato de amônio do Complexo Industrial de Cubatão, no litoral de São Paulo; segundo a empresa, a emissão dos gases gerados durante a queima do nitrato já foi contida; as causas do incêndio e os danos ambientais estão sendo apurados
A Vale Fertilizantes informou por meio de nota que o incêndio desta quinta-feira 5 ocorreu em uma correia transportadora que alimenta o armazém da unidade de nitrato de amônio do Complexo Industrial de Cubatão, no litoral de São Paulo; segundo a empresa, a emissão dos gases gerados durante a queima do nitrato já foi contida; as causas do incêndio e os danos ambientais estão sendo apurados (Foto: Romulo Faro)

Camila Boehm – repórter da Agência Brasil

O acesso à Avenida Engenheiro Plínio de Queiroz para o motorista que segue na Rodovia Cônego Domênico Rangoni está bloqueado devido a um vazamento de produto no Polo Industrial de Cubatão. O acesso leva à margem esquerda do Porto de Santos. A rodovia chegou a ser completamente interditada, mas foi liberada por volta das 16h40, permanecendo o bloqueio somente no acesso a Plínio Queiroz.

Os caminhões com destino ao litoral estão passando por uma triagem na altura do km 40 da Via Anchieta. Quem estiver se dirigindo à margem esquerda do porto (Guarujá) ou ao Polo Industrial de Cubatão deve aguardar ou retornar a São Paulo.

Explosão e incêndio

De acordo com a concessionária da via, a Ecovias, a medida preventiva de bloqueio foi solicitada pelo Corpo de Bombeiros e pelo Policiamento Rodoviário. Por volta das 15h de hoje (5), uma explosão ocorreu hoje em uma das unidades da Vale Fertilizantes e deu início a um incêndio.

Segundo a empresa, o incêndio começou em uma correia transportadora e todos os funcionários conseguiram sair do local. Não há informação sobre empregados feridos.

Pouco depois do início do incêndio, havia muito fogo, fumaça e vazamento de produtos no local. Por volta das 16h30, os bombeiros informaram que um dos tanques da empresa explodiu, provocando um grande vazamento de nitrato de amônia. Um dos bombeiros precisou ser levado ao Pronto-Socorro por inalação de fumaça, mas já foi descontaminado e não apresenta ferimentos, segundo a corporação.

O governo do estado disse, em nota, que técnicos da Coordenadoria Estadual de Defesa Civil estão a caminho de Cubatão para avaliar se o incêndio que atinge a planta industrial da Vale terá algum impacto às comunidades mais próximas ao polo petroquímico da cidade.

Emissão de gases gerados em incêndio foi contida, diz empresa

A Vale Fertilizantes pronunciou-se por meio de nota informando que o incêndio de hoje (5) ocorreu em uma correia transportadora que alimenta o armazém da unidade de nitrato de amônio do Complexo Industrial de Cubatão, no litoral de São Paulo. Segundo a empresa, a emissão dos gases gerados durante a queima do nitrato já foi contida. As causas do incêndio e os danos ambientais estão sendo apurados.

"A fumaça gerada, de cor laranja avermelhada e tóxica, já foi dissipada na atmosfera. Se respirada em grandes concentrações, pode causar irritação do nariz e do trato respiratório superior, além de tosse e dor de garganta", diz a nota.

A empresa disse ainda que houve evacuação imediata e paralisação da produção da unidade e empresas vizinhas. "A Defesa Civil auxiliou as equipes a orientar a comunidade da Mantiqueira, nas proximidades da unidade, a evacuar o local de forma preventiva", de acordo com a Vale.

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247