Indecisão do PT sobre Salvador incomoda Rui

O governador Rui Costa avalia, em conversas de bastidor, que o PT está demorando para anunciar se terá candidato (e apresentá-lo) ou se apoiará a candidatura de algum aliado (possibilidade que ele mesmo defende) na disputa pela prefeitura de Salvador; Rui avalia que quanto mais tarde a oposição se posicionar, mais fácil será derrotar o prefeito ACM Neto (DEM), cujas pesquisas preliminares apontam como favorito na disputa; apesar da preocupação, em público o governador nega que tenha protagonismo nas costuras com o PT e seus aliados

O governador Rui Costa avalia, em conversas de bastidor, que o PT está demorando para anunciar se terá candidato (e apresentá-lo) ou se apoiará a candidatura de algum aliado (possibilidade que ele mesmo defende) na disputa pela prefeitura de Salvador; Rui avalia que quanto mais tarde a oposição se posicionar, mais fácil será derrotar o prefeito ACM Neto (DEM), cujas pesquisas preliminares apontam como favorito na disputa; apesar da preocupação, em público o governador nega que tenha protagonismo nas costuras com o PT e seus aliados
O governador Rui Costa avalia, em conversas de bastidor, que o PT está demorando para anunciar se terá candidato (e apresentá-lo) ou se apoiará a candidatura de algum aliado (possibilidade que ele mesmo defende) na disputa pela prefeitura de Salvador; Rui avalia que quanto mais tarde a oposição se posicionar, mais fácil será derrotar o prefeito ACM Neto (DEM), cujas pesquisas preliminares apontam como favorito na disputa; apesar da preocupação, em público o governador nega que tenha protagonismo nas costuras com o PT e seus aliados (Foto: Romulo Faro)

Bahia 247 - O governador Rui Costa avalia, em conversas de bastidor, que o PT está demorando para anunciar se terá candidato (e apresentá-lo) ou se apoiará a candidatura de algum aliado (possibilidade que ele mesmo defende) na disputa pela prefeitura de Salvador.

Rui avalia que quanto mais tarde a oposição se posicionar, mais fácil será derrotar o prefeito ACM Neto (DEM), cujas pesquisas preliminares apontam como favorito na disputa.

Apesar da preocupação, em público o governador nega que tenha protagonismo nas costuras com o PT e seus aliados. "Não é governador que define candidato. Onde é que está escrito que eu tenho que liderar?", questionou Rui na inauguração do Centro de Controle Operacional do Metrô de Salvador, em Pirajá, ontem (14).

O PT pode decidir apoiar a candidatura da senadora Lídice da Mata, do PSB, mas pondera que a oposição terá mais chance se sair com chapa única. E aí começa o entrave, pois o PC do B diz que não abre mão da candidatura da deputada federal Alice Portugal. Entre os aliados, há ainda o PDT, que coloca como pré-candidato o deputado estadual Sargento Isidório.

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247