Instalação de Termoelétrica em Peruíbe é tema de audiência na Alesp

Audiência na Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo irá discutir instalação de termelétrica em área da Mata Atlântica; localizado na cidade de Peruíbe, litoral sul de São Paulo, o empreendimento tem vários problemas ambientais - entre eles, a proibição  levantada pelo O PL 673/2017 que veda o licenciamento e a instalação de empreendimentos que produzam chuva ácida em áreas localizadas até 20 km de unidades de conservação na Mata Atlântica.  

Audiência na Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo irá discutir instalação de termelétrica em área da Mata Atlântica; localizado na cidade de Peruíbe, litoral sul de São Paulo, o empreendimento tem vários problemas ambientais - entre eles, a proibição  levantada pelo O PL 673/2017 que veda o licenciamento e a instalação de empreendimentos que produzam chuva ácida em áreas localizadas até 20 km de unidades de conservação na Mata Atlântica.
 
Audiência na Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo irá discutir instalação de termelétrica em área da Mata Atlântica; localizado na cidade de Peruíbe, litoral sul de São Paulo, o empreendimento tem vários problemas ambientais - entre eles, a proibição  levantada pelo O PL 673/2017 que veda o licenciamento e a instalação de empreendimentos que produzam chuva ácida em áreas localizadas até 20 km de unidades de conservação na Mata Atlântica.   (Foto: Charles Nisz)

Alvo de inquérito do Ministério Público Federal, o empreendimento carrega muitas polêmicas e pode causar graves ataques ao ecossistema local. Atualmente, a Gastrading Comercializadora de Energia S.A, empresa interessada na instalação da usina, espera o licenciamento ambiental.
 
O deputado estadual Luiz Fernando (PT-SP) realiza uma audiência pública para debater a a instalação de uma Termoelétrica em Peruíbe. A audiência, que acontece na quarta-feira (30), às 17h, no Auditório Franco Montoro, na Assembleia Legislativa de São Paulo, também marcará o lançamento de uma Frente Parlamentar contrária a instalação da usina.
 
O evento terá presença confirmada de diversas organizações, como o Greenpeace, SOS Mata Atlântica, Instituto Democracia e Sustentabilidade, Instituto SocioAmbiental, Instituto de Energia e Meio Ambiente, Instituto Brasileiro de Proteção Ambiental, Iniciativa Verde, Eco Juréia, Projeto Biopesca, Ministério Público Federal, OAB, Faculdade de Medicina da USP.
 
O PL 673/2017 proíbe o licenciamento e a instalação de empreendimentos que produzam chuva ácida em áreas localizadas até 20 km de unidades de conservação no Bioma Mata Atlântica.
 

Ao vivo na TV 247 Youtube 247