Jackson cresceu mais entre os jovens, os homens e os com Ensino Superior

Entre eleitores do sexo masculino, segmento em que atinge seu maior índice, o governador Jackson Barreto (PMDB) cresceu 12 pontos percentuais e atingiu 46% das intenções de voto; ele cresceu ainda 15 pontos percentuais entre quem tem 16 e 24 anos; subiu 15 pontos entre os que apresentam renda familiar de até 1 salário mínimo (de 30% para 43%) e elevou também seus índices entre aqueles com ensino superior (de 25% para 41%)

Entre eleitores do sexo masculino, segmento em que atinge seu maior índice, o governador Jackson Barreto (PMDB) cresceu 12 pontos percentuais e atingiu 46% das intenções de voto; ele cresceu ainda 15 pontos percentuais entre quem tem 16 e 24 anos; subiu 15 pontos entre os que apresentam renda familiar de até 1 salário mínimo (de 30% para 43%) e elevou também seus índices entre aqueles com ensino superior (de 25% para 41%)
Entre eleitores do sexo masculino, segmento em que atinge seu maior índice, o governador Jackson Barreto (PMDB) cresceu 12 pontos percentuais e atingiu 46% das intenções de voto; ele cresceu ainda 15 pontos percentuais entre quem tem 16 e 24 anos; subiu 15 pontos entre os que apresentam renda familiar de até 1 salário mínimo (de 30% para 43%) e elevou também seus índices entre aqueles com ensino superior (de 25% para 41%) (Foto: Valter Lima)

Sergipe 247 - O crescimento das intenções de voto no atual governador Jackson Barreto (PMDB), de oito pontos percentuais no total da amostra, na pesquisa Ibope, divulgada ontem pela TV Sergipe, está explicada em alguns índices, onde a disparada do candidato foi ainda mais significativa.

Ele se destaca entre eleitores do sexo masculino, segmento em que atinge seu maior índice, crescendo 12 pontos percentuais e atingindo 46% das intenções de voto. Jackson cresceu ainda 15 pontos percentuais entre quem tem 16 e 24 anos. Ele subiu 15 pontos entre os que apresentam renda familiar de até 1 salário mínimo (de 30% para 43%). O governador elevou também seus índices entre aqueles com ensino superior (de 25% para 41%).

Já Eduardo Amorim (PSC), apesar de as intenções de voto dele terem ficado estáveis em relação ao total da amostra, há variações em alguns segmentos analisados: o candidato do PSC cresce entre eleitores cuja renda familiar é superior a 2 salários mínimos (8 pontos, atingindo 38% das menções), e cai entre os que cursaram até a 4ª série (menos 5 pontos) e entre os com renda familiar até 1 salário mínimo (de 37% para 29%). Nestes dois últimos segmentos, em que Amorim tinha bom desempenho na primeira rodada, Jackson Barreto passa a ter mais intenções de voto que o adversário.

Espontânea

Na pergunta espontânea, quando não é apresentado o nome dos candidatos, o candidato Jackson Barreto cresceu 10 pontos, passando de 22% para 32% das menções. As menções a Eduardo Amorim vão de 20% para 25%. Um quarto dos entrevistados (25%) não soube ou preferiu não responder, enquanto 16% declaram intenção de anular o voto.

Segundo turno

Em um eventual segundo turno, o atual governador Jackson Barreto garantiria hoje uma vantagem de nove pontos percentuais sobre o concorrente Eduardo Amorim. O primeiro é citado por 42% dos eleitores, ao passo que o segundo é mencionado por 33%. A parcela dos entrevistados que declaram intenção de anular o voto corresponde a 16% e os que não sabem ou preferem não responder, 9%.

Expectativa de vitória

Quando perguntado quem o eleitor acha que será o próximo governador de Sergipe, independente da intenção de voto pessoal, 46% dos entrevistados acredita que Jackson Barreto permanecerá como governador, 10 pontos a mais em relação à rodada anterior. Já as menções a Eduardo Amorim permanecem no mesmo patamar, sendo que recebe 32% das menções. Os eleitores que não sabem ou preferem não responder somam 20%.

Dados

O Ibope fez a pesquisa entre os dias 30 de agosto e 1º de setembro. O instituto ouviu 812 eleitores em 34 municípios. A margem de erro é de três pontos, para mais ou para menos. O nível de confiança é de 95%. O que quer dizer que, se levarmos em conta a margem de erro de três pontos para mais ou para menos, a probabilidade de o resultado retratar a realidade é de 95%.

A pesquisa está registrada no Tribunal Regional Eleitoral com o número SE-00018/2014 e no Tribunal Superior Eleitoral sob o protocolo BR-00504/2014.

Neste link, a pesquisa na íntegra.

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247