Jackson recebe ligação de Temer, mas mantém apoio a Dilma

 O vice-presidente Michel Temer (PMDB) telefonou na sexta (11) para o governador Jackson Barreto (PMDB); não foi divulgado o teor da conversa, mas acredita-se que Temer tenha pedido para o governador sergipano recuar no apoio que tem dado à presidente Dilma Rousseff; mas dificilmente, JB mudará de posição; no domingo (13), Jackson, que foi o autor da carta dos governadores em defesa do mandato de Dilma, gravou um vídeo contra o impeachment; "O nosso compromisso é com a democracia. Não podemos aceitar chantagem de quem quer que seja, ainda mais do presidente da Câmara, que não nos representa, no sentido de afastar a presidente da República que foi eleita pelo voto popular. Não podemos aceitar o golpe", afirmou JB 

 O vice-presidente Michel Temer (PMDB) telefonou na sexta (11) para o governador Jackson Barreto (PMDB); não foi divulgado o teor da conversa, mas acredita-se que Temer tenha pedido para o governador sergipano recuar no apoio que tem dado à presidente Dilma Rousseff; mas dificilmente, JB mudará de posição; no domingo (13), Jackson, que foi o autor da carta dos governadores em defesa do mandato de Dilma, gravou um vídeo contra o impeachment; "O nosso compromisso é com a democracia. Não podemos aceitar chantagem de quem quer que seja, ainda mais do presidente da Câmara, que não nos representa, no sentido de afastar a presidente da República que foi eleita pelo voto popular. Não podemos aceitar o golpe", afirmou JB 
 O vice-presidente Michel Temer (PMDB) telefonou na sexta (11) para o governador Jackson Barreto (PMDB); não foi divulgado o teor da conversa, mas acredita-se que Temer tenha pedido para o governador sergipano recuar no apoio que tem dado à presidente Dilma Rousseff; mas dificilmente, JB mudará de posição; no domingo (13), Jackson, que foi o autor da carta dos governadores em defesa do mandato de Dilma, gravou um vídeo contra o impeachment; "O nosso compromisso é com a democracia. Não podemos aceitar chantagem de quem quer que seja, ainda mais do presidente da Câmara, que não nos representa, no sentido de afastar a presidente da República que foi eleita pelo voto popular. Não podemos aceitar o golpe", afirmou JB  (Foto: Valter Lima)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O vice-presidente Michel Temer (PMDB) telefonou na sexta-feira (11) para o governador Jackson Barreto (PMDB). No momento da ligação, JB não pode atender, mas retornou o telefonema e foi atendido. A informação é do blog Primeira Mão. Não foi divulgado o teor da conversa, mas acredita-se que Temer tenha pedido para o governador sergipano recuar no apoio que tem dado à presidente Dilma Rousseff. Mas dificilmente, JB mudará de posição.

No domingo (13), Jackson, que foi o autor da carta dos governadores em defesa do mandato de Dilma, gravou um vídeo contra o impeachment. 

"O nosso compromisso é com a democracia. Não podemos aceitar chantagem de quem quer que seja, ainda mais do presidente da Câmara, que não nos representa, no sentido de afastar a presidente da República que foi eleita pelo voto popular. É preciso respeitar a vontade do nosso povo. Estou aqui para lutar pela permanência do governo da presidente Dilma Rousseff, que foi eleita de forma legítima. Não podemos aceitar o golpe. O impeachment é golpe. Precisamos derrotar os chantagistas e os golpistas", afirmou Jackson Barreto no vídeo. 

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email