Janaina Paschoal declara voto em Bolsonaro

"Não é um voto de tiete, não sou ativista. Acho que a gente preservar nossa capacidade crítica é algo saudável, inclusive para a pessoa em quem a gente vota", disse Janaina Paschoal, que assinou a peça fictícia do impeachment de Dilma Rousseff, ao declarar voto no pré-candidato que defende o estupro e a tortura

Janaina Paschoal declara voto em Bolsonaro
Janaina Paschoal declara voto em Bolsonaro

Sputnik Brasil - A advogada Janaina Paschoal afirmou que irá votar em Jair Bolsonaro (PSL) nas eleições presidenciais deste ano.

A declaração de voto foi feita em entrevista compartilhada pelo próprio Bolsonaro:

"Não é um voto de tiete, não sou ativista. Acho que a gente preservar nossa capacidade crítica é algo saudável, inclusive para a pessoa em quem a gente vota. Qual é a minha grande crítica ao petismo? É que eles endeusaram o Lula. Eu não acho bom endeusar Bolsonaro, como eu não acho bom endeusar [Sergio] Moro", disse Janaina.

Professora de direito na Universidade de São Paulo (USP), Janaína ficou famosa por sua campanha em favor do impeachment da então presidente Dilma Rousseff (PT). Ela é filiada ao mesmo partido de Bolsonaro, o PSL, e chegou a ser cogitada como vice em uma chapa com o ex-capitão do Exército. A ideia, contudo, parece ter perdido força.

"No período que antecedeu ao término do prazo para filiação, recebi telefonemas de muitos partidos. Fui convidada a me filiar a partidos que nem imaginava que poderiam me convidar. Eu fiquei muito lisonjeada com tantos convites e fiz questão de atender um a um", disse Janaina em maio.

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247