Jaques Wagner afina nova estratégia política

Cumprindo maratona de encontros com lideranças empresariais, representantes da sociedade civil, além de políticos de partidos da base aliada, o governador Jaques Wagner (PT) está seguindo uma nova estratégia política. A um ano das eleições, a tática é conversar e se entender com todos.

Jaques Wagner afina nova estratégia política
Jaques Wagner afina nova estratégia política (Foto: )

Tribuna da Bahia

Por, Lilian Machado

BA247 - O governador Jaques Wagner (PT) está seguindo uma nova estratégia política diante do cenário de manifestações em todo o país: O diálogo para se reaproximar da sociedade e de aliados políticos. A um ano das eleições que vão definir quem vai sucedê-lo no governo baiano, a tática é se entender com todos.

Na governadoria, o chefe do Executivo tem cumprido uma maratona de encontros. Numa reunião com representantes de oito entidades do setor empresarial, tratou de acalmar os ânimos sobre a situação do país. Em seguida conversou com líderes partidários, deputados estaduais e federais que integram a sua base política de apoio. E essas conversas ainda serão estendidas a lideranças dos movimentos sociais, da juventude e dos setores religiosos e acadêmicos.

 “Temos o acordo de que a democracia é a joia da coroa e que ainda não foi inventado nada melhor para governar”, disse o governador, destacando que outros debates estão sendo programados sobre os projetos de desenvolvimento para o estado, com a participação de todos os setores.

 

No diálogo com os 12 partidos (PT, PCdoB, PP, PDT, PSD, PSB, PTB, PSC, PRP, PSL, PV, PRB), o governador Jaques Wagner (PT) teria chamado a atenção para os protestos atípicos que cresceram em todo o país e as respostas que as autoridades devem conceder aos clamores populares.

Foi relatado também o “poder de mobilização das redes sociais”, como um fator potencializou os movimentos. Wagner teria reafirmado que nem todas as respostas podem ser dadas de forma imediata e que a sua gestão já teria realizado muitas ações que se ajustam as reivindicações da população.

Principalmente porque a média de idade é juvenil. A ditadura castrou uma geração toda e essas mobilizações fizeram com que a juventude se reintegrasse às discussões políticas”, exaltou.

 

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247