Jornalista da Globo é detido por desacato e acusa PM de truculência

De férias da emissora, o correspondente da Globo em Nova York Felipe Santana foi preso na noite deste domingo 26 em Salvador, onde passa o Carnaval, sob a acusação de desacato à autoridade; ele disse que os policiais foram truculentos; o amigo com quem estava foi atingido na cabeça por um cassetete e precisou ser levado ao hospital

De férias da emissora, o correspondente da Globo em Nova York Felipe Santana foi preso na noite deste domingo 26 em Salvador, onde passa o Carnaval, sob a acusação de desacato à autoridade; ele disse que os policiais foram truculentos; o amigo com quem estava foi atingido na cabeça por um cassetete e precisou ser levado ao hospital
De férias da emissora, o correspondente da Globo em Nova York Felipe Santana foi preso na noite deste domingo 26 em Salvador, onde passa o Carnaval, sob a acusação de desacato à autoridade; ele disse que os policiais foram truculentos; o amigo com quem estava foi atingido na cabeça por um cassetete e precisou ser levado ao hospital (Foto: Gisele Federicce)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Bahia 247 – O jornalista da Globo Felipe Santana, correspondente em Nova York, foi detido por desacato à autoridade na noite deste domingo 26 em Salvador, onde passa o Carnaval, de férias da emissora, segundo informações de Daniel Castro, colunista de TV do Uol.

Ele estava acompanhado de Bruno Della Latta, jornalista e cineasta, que trabalha na produção do Fantástico, e que teria sido atingido na cabeça por um cassetete. Bruno sofreu um corte no supercílio e foi levado ao hospital.

Os jornalistas acusam os policiais de truculência. Todos foram encaminhados para fazer exame de corpo de delito – os PMs também tiveram ferimentos na boca e no braço. Em nota, a Secretaria de Segurança Pública da Bahia disse o caso será investigado pela Polícia Civil, com o acompanhamento do Comando Geral da PM.

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247