Jovair sobre candidatura de Maia: “Estão vendendo lote na Lua”

Líder do PTB e um dos adversários de Rodrigo Maia (DEM-RJ) na disputa à presidência da Câmara, o deputado Jovair Arantes (GO) nega ser candidato do Centrão, diz que Michel Temer lhe garantiu "absoluta isenção" na eleição e rechaça a tese de que Maia recebe apoio do Planalto; "Esse apoio é uma mentira que está sendo espalhada pelo time do atual presidente da Câmara. Querem vender essa facilidade. Estão vendendo lote na Lua", diz

Líder do PTB e um dos adversários de Rodrigo Maia (DEM-RJ) na disputa à presidência da Câmara, o deputado Jovair Arantes (GO) nega ser candidato do Centrão, diz que Michel Temer lhe garantiu "absoluta isenção" na eleição e rechaça a tese de que Maia recebe apoio do Planalto; "Esse apoio é uma mentira que está sendo espalhada pelo time do atual presidente da Câmara. Querem vender essa facilidade. Estão vendendo lote na Lua", diz
Líder do PTB e um dos adversários de Rodrigo Maia (DEM-RJ) na disputa à presidência da Câmara, o deputado Jovair Arantes (GO) nega ser candidato do Centrão, diz que Michel Temer lhe garantiu "absoluta isenção" na eleição e rechaça a tese de que Maia recebe apoio do Planalto; "Esse apoio é uma mentira que está sendo espalhada pelo time do atual presidente da Câmara. Querem vender essa facilidade. Estão vendendo lote na Lua", diz (Foto: Gisele Federicce)

Goiás 247 - Provável adversário de Rodrigo Maia (DEM-RJ) na disputa à presidência da Câmara, o deputado federal Jovair Arantes (GO), líder do PTB, nega ser candidato do Centrão, diz que Michel Temer lhe garantiu "absoluta isenção" na eleição e rechaça a tese de que Maia recebe apoio do Palácio do Planalto.

"Esse apoio é uma mentira que está sendo espalhada pelo time do atual presidente da Câmara. Querem vender essa facilidade. Estão vendendo lote na Lua. É preciso deixar claro que, dos 513 deputados, apenas um precisa de parecer jurídico para ser candidato. Isso por si já coloca a Casa no canto do ringue", critica, em entrevista a Pedro Venceslau, do Estado de S.Paulo.

"Isso não convém. Rodrigo Maia está expondo de forma perigosa o principal reduto da democracia", diz ainda, sobre a polêmica jurídica envolvendo a eleição do atual presidente da Câmara. Maia assumiu o cargo no lugar de Eduardo Cunha (PMDB-RJ), que foi afastado do mandato e depois cassado. Pareceres jurídicos internos da Casa afirmam que, nesse caso, a reeleição não é permitida. Maia contesta.

Jovair nega também ter tido proximidade com Cunha. "Nunca houve essa proximidade. Eu sou líder do PTB há dez anos. Convivi com todos os presidentes que estiveram ali", diz. E joga a aliança para o atual presidente da Casa. "O Rodrigo Maia foi um dos maiores apoiadores do Cunha. Foi o primeiro a apoiá-lo", afirmou. Leia aqui a íntegra.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247