Juiz cobra ações do governo na UIM

O juiz titular da Vara da Criança e do Adolescente, Ney Alcântara, cobra do Estado medidas para reverter o cenário caótico na Unidade Internação Masculina (UIM). "É preciso que o governador (Vilela-PSDB) e as demais autoridades atentem para a importância de melhores condições. Até agora, todas as conversas que tivemos não trouxeram nenhuma novidade, ficou na estaca zero", lamentou o magistrado

O juiz titular da Vara da Criança e do Adolescente, Ney Alcântara, cobra do Estado medidas para reverter o cenário caótico na Unidade Internação Masculina (UIM). "É preciso que o governador (Vilela-PSDB) e as demais autoridades atentem para a importância de melhores condições. Até agora, todas as conversas que tivemos não trouxeram nenhuma novidade, ficou na estaca zero", lamentou o magistrado
O juiz titular da Vara da Criança e do Adolescente, Ney Alcântara, cobra do Estado medidas para reverter o cenário caótico na Unidade Internação Masculina (UIM). "É preciso que o governador (Vilela-PSDB) e as demais autoridades atentem para a importância de melhores condições. Até agora, todas as conversas que tivemos não trouxeram nenhuma novidade, ficou na estaca zero", lamentou o magistrado (Foto: Voney Malta)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Alagoas247 - O juiz titular da Vara da Criança e do Adolescente, Ney Alcântara, cobra do governo do Estado medidas urgentes para reverter o que classifica como cenário caótico na Unidade Internação Masculina (UIM). Entre os motivos apontados pelo magistrado, destaca-se a falta de preparo dos monitores, além da ausência de medidas ressocializadoras, fundamentais para reinserção dos menores no convívio social.

Em 2013, diversos motins foram realizados pelo menores na unidade, resultando, inclusive, na mudança de diretores e do chefe da Secretaria da Paz, responsável pela administração da UIM. De acordo com o magistrado, todos os problemas foram apresentados ao governador Teotonio Vilela Filho(PSDB)em algumas reuniões. Contudo, lamenta o juiz, nada mudou até agora.

"Já conversamos, mandamos relatórios, mostramos a realidade que os adolescentes estão inseridos e nada mudou. É preciso que o governador e as demais autoridades atentem para a importância de melhores condições estruturais, sem esquecer as medidas socioeducativas. Caso contrário, a tendência é continuar como está. Até agora, todas as conversas que tivemos não trouxeram nenhuma novidade, ficou na estaca zero", lamentou o magistrado.

Diante do motim registrado na UIM no mês passado, o magistrado determinou a transferência de 11 menores para a Academia de Polícia de Alagoas, localizada no Trapiche da Barra, em Maceió. A decisão do magistrado dispõe sobre a necessidade de preservar a vida dos adolescentes, já que outros menores tentavam matá-los. "Nesse espaço de dez dias, uma solução para UIM deve ser encontrada pelo governo do Estado. A realidade de hoje não pode mais continuar", concluiu Alcântara.

Motim

No último dia 25, os menores rebelaram-se para denunciar supostos maus-tratos praticados por monitores dentro da unidade. De acordo com as mães dos adolescentes, que aguardavam informações do lado de fora, os menores infratores estariam sendo espancados e pressionados por agentes terceirizados a iniciar motins.

Durante a ação, os adolescentes subiram no muro e gritaram que, à noite, os agentes estariam trabalhando bêbados na unidade, espancando os menores. Eles ainda reclamavam da comida e chegaram a jogar uma 'quentinha' com alimento supostamente estragado.

Com gazetaweb.com

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email