Jungmann contratou canal pornô com verba pública

Ministro da Defesa, Raul Jungmann, pagou com dinheiro da Câmara dos Deputados um pacote de TV a cabo com direito a 11 canais de cinema, entre eles Telecine, HBO e o Sex Zone, de conteúdo exclusivamente adulto; Câmara pagou R$ 3.100 pelo serviço, que dava direito a dois pontos de TV na sede parlamentar de Raul Jungmann, que fica em um prédio no bairro da Ilha do Leite, área nobre da cidade de Recife; Jungmann negou que tenha acessado o conteúdo erótico e disse que o pacote era o único que disponibilizava sistema de gravação da TV Câmara; a operadora, no entanto, explicou que existiam outros pacotes na época, inclusive com preços mais baratos

Ministro da Defesa, Raul Jungmann, pagou com dinheiro da Câmara dos Deputados um pacote de TV a cabo com direito a 11 canais de cinema, entre eles Telecine, HBO e o Sex Zone, de conteúdo exclusivamente adulto; Câmara pagou R$ 3.100 pelo serviço, que dava direito a dois pontos de TV na sede parlamentar de Raul Jungmann, que fica em um prédio no bairro da Ilha do Leite, área nobre da cidade de Recife; Jungmann negou que tenha acessado o conteúdo erótico e disse que o pacote era o único que disponibilizava sistema de gravação da TV Câmara; a operadora, no entanto, explicou que existiam outros pacotes na época, inclusive com preços mais baratos
Ministro da Defesa, Raul Jungmann, pagou com dinheiro da Câmara dos Deputados um pacote de TV a cabo com direito a 11 canais de cinema, entre eles Telecine, HBO e o Sex Zone, de conteúdo exclusivamente adulto; Câmara pagou R$ 3.100 pelo serviço, que dava direito a dois pontos de TV na sede parlamentar de Raul Jungmann, que fica em um prédio no bairro da Ilha do Leite, área nobre da cidade de Recife; Jungmann negou que tenha acessado o conteúdo erótico e disse que o pacote era o único que disponibilizava sistema de gravação da TV Câmara; a operadora, no entanto, explicou que existiam outros pacotes na época, inclusive com preços mais baratos (Foto: Aquiles Lins)

Pernambuco 247 - O ministro da Defesa, Raul Jungmann, pagou com dinheiro da Câmara dos Deputados um pacote de TV a cabo com direito a 11 canais de cinema, entre eles Telecine, HBO e o Sex Zone, de conteúdo exclusivamente adulto. 

Segundo informação divulgada pelo jornal "Destak", o pacote de TV serviu ao seu gabinete funcional em Recife (PE). Segundo a operadora Sky, o chamado "Combo DH Full 2015 + Cinema" durou 12 meses, entre abril do ano passado e março deste ano. Ao todo, a Câmara pagou R$ 3.100 pelo serviço, que dava direito a dois pontos de TV na sede parlamentar de Raul Jungmann, que fica em um prédio no bairro Ilha do Leite, área nobre da cidade de Recife.

Em nota ao jornal, Jungmann negou que tenha acessado o conteúdo erótico e disse que o pacote porque era o único que disponibilizava sistema de gravação da TV Câmara. A operadora, no entanto, explicou que existiam outros pacotes na época, inclusive com preços mais baratos. Além disso, a própria Câmara disponibiliza, gratuitamente, os vídeos com atuações parlamentares. Basta o deputado solicitá-los à Câmara.

No início do mês, o "Destak" já havia revelado que o ministro do Desenvolvimento Social, Osmar Terra, cobrou da Câmara a compra de pipoca e refrigerante comprada em cinema de Brasília.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247