Justiça absolve Vaccari no caso Bancoop

Ex-presidente da Cooperativa Habitacional dos Bancários (Bancoop), João Vaccari Neto foi inocentado na ação penal em que é denunciado pelo Ministério Público de São Paulo como responsável pelo suposto rombo de R$ 100 milhões nas contas da cooperativa; não foi "demonstrada sequer a coautoria imputada aos acusados para a prática de crimes de estelionato", apontou a juíza, que julgou a ação improcedente

15/04/2015. Crédito: Geraldo Bubniak/AGB/Agência O Globo. Brasil. Curitiba - PR. Prisão de João Vaccaria - O tesoureiro do PT, João Vaccari Neto, compareceu ao IML para realizar exame de corpo delito em Curitiba (PR). Secretário de Finanças do partido, te
15/04/2015. Crédito: Geraldo Bubniak/AGB/Agência O Globo. Brasil. Curitiba - PR. Prisão de João Vaccaria - O tesoureiro do PT, João Vaccari Neto, compareceu ao IML para realizar exame de corpo delito em Curitiba (PR). Secretário de Finanças do partido, te (Foto: Gisele Federicce)

247 - O ex-presidente da Cooperativa Habitacional dos Bancários (Bancoop) João Vaccari Neto foi inocentado na ação penal em que é denunciado pelo Ministério Público de São Paulo como responsável pelo suposto rombo de R$ 100 milhões nas contas da cooperativa.

Conforme aponta reportagem do blog do jornalista Fausto Macedo, a juíza Cristina Ribeiro Leite Balbone Costa, da 5ª Vara Criminal de São Paulo, absolveu Vaccari por julgar improcedente a ação penal contra ele.

Também foram inocentados no processo Ana Maria Érnica, Tomás Edson Botelho Fraga e Leticya Achur Antonio e Henir Rodrigues de Oliveira. Vaccari era acusado de cometer lavagem de dinheiro, formação de quadrilha, estelionato (1.133 vezes) e falsidade ideológica.

Não foi "demonstrada sequer a coautoria imputada aos acusados para a prática de crimes de estelionato", apontou a magistrada.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247