Justiça aceita denúncia de estupro contra ex-BBB Felipe Prior

“Verifico que as provas que instruem a denúncia demonstram a materialidade do crime e suficientes indícios a atribuir autoria. Não é caso de rejeição liminar, portanto, recebo a denúncia”, afirmou o juiz

(Foto: Reprodução Instagram))
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O Tribunal de Justiça de São Paulo acatou uma acusação de estupro contra o ex-BBB Felipe Prior e determinou que a audiência de instrução e julgamento do caso aconteça em 10 de maio de 2021. A informação é da jornalista Monica Bergamo, do jornal Folha de S. Paulo.

“Verifico que as provas que instruem a denúncia demonstram a materialidade do crime e suficientes indícios a atribuir autoria. Não é caso de rejeição liminar, portanto, recebo a denúncia”, afirmou o juiz Luiz Guilherme Angeli Feichtenberger em sua decisão.

A 1ª Delegacia de Defesa da Mulher de São Paulo concluiu o inquérito policial em agosto e chegou a pedir o arquivamento do caso, mas o Ministério Público optou por apresentar denúncia no mesmo mês.

A denúncia partiu da reportagem publicada pela revista Marie Claire, em abril, em que jovens acusavam o arquiteto e ex-BBB de ter cometido crimes de estupro entre os anos de 2014 e 2018.

Uma das vítimas, protegida pelo pseudônimo Themis, afirma que ela e uma amiga aceitaram uma carona de Prior após um jogo em uma competição universitária. Após deixar a outra menina em casa, o ex-BBB teria parado o carro na rua e a estuprado.

Já outra estudante acusou Prior de tentativa de estupro em 2016, também em jogos universitários. Uma terceira mulher acusa o arquiteto de estupro em 2018, no mesmo local e situação dos outros dois.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email