Justiça barra candidatura de Oziel Oliveira

Deputado federal pelo PDT não pode se candidatar a prefeito da cidade de Luís Eduardo Magalhães pela rejeição do Tribunal de Contas do Estado da Bahia (TCE) ao convênio firmado entre o município e a Secretaria de Agricultura do Estado da Bahia, em 2004, para a realização da Agrishow, quando Oziel era prefeito

Justiça barra candidatura de Oziel Oliveira
Justiça barra candidatura de Oziel Oliveira (Foto: Divulgação)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Bahia 247

O candidato a prefeito do município de Luís Eduardo Magalhães e deputado federal, Oziel Oliveira (PDT), teve a sua candidatura impugnada nesta quarta-feira (8). A decisão foi do juiz eleitoral Pedro Rogério Godinho, após requerimento do Ministério Público Eleitoral e dos dois outros prefeituráveis do município, Juarez Souza (PMDB) e Humberto Santa Cruz (PP).

Segundo o advogado Bruno Martinez, de Santa Cruz, a impugnação foi motivada pela rejeição do Tribunal de Contas do Estado da Bahia (TCE) ao convênio firmado entre o Município e a Secretaria de Agricultura do Estado da Bahia, em 2004, para a realização da Agrishow, quando Oziel era prefeito da cidade.

Oziel ainda responde a quatro ações penais, duas por fraude a licitação, uma por crime eleitoral e outra por crime de responsabilidade por ter utilizado imóvel locado pela prefeitura para montar o seu comitê eleitoral em 2004.

 

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email