Justiça congela bens de ex-vereador Leonelzinho

Acusado pelo Ministério Público do Ceará dos crimes de peculado, lavagem de dinheiro e participação em organização criminosa, o ex-vereador Leonelzinho Alencar (PTdoB) teve os bens bloqueados pela justiça nesta segunda-feira (28). Foi ordenado o congelamento de contas bancárias, além de quatro carros e um apartamento comprados de forma irregular, segundo a acusação

Acusado pelo Ministério Público do Ceará dos crimes de peculado, lavagem de dinheiro e participação em organização criminosa, o ex-vereador Leonelzinho Alencar (PTdoB) teve os bens bloqueados pela justiça nesta segunda-feira (28). Foi ordenado o congelamento de contas bancárias, além de quatro carros e um apartamento comprados de forma irregular, segundo a acusação
Acusado pelo Ministério Público do Ceará dos crimes de peculado, lavagem de dinheiro e participação em organização criminosa, o ex-vereador Leonelzinho Alencar (PTdoB) teve os bens bloqueados pela justiça nesta segunda-feira (28). Foi ordenado o congelamento de contas bancárias, além de quatro carros e um apartamento comprados de forma irregular, segundo a acusação (Foto: Rodrigo Rocha)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Ceará247 - Após receber denúncia do Ministério Público do Ceará contra o ex-vereador Leonelzinho Alencar (PTdoB), a 18ª Vara Criminal de Fortaleza determinou o congelamento das contas bancárias do político e o sequestro de bens móveis e imóveis de Leonelzinho e de alguns dos 17 denunciados, adquiridos com o desvio de recursos da verba de gabinete da Câmara Municipal de Fortaleza.

Foram bloqueados uma caminhonete Mitsubishi L200 Triton, utilizado pelo próprio ex-vereador; um automóvel GM Montana, que servia como ambulância e prestava serviços ao Instituto Jáder Alencar, controlado pela família do ex-vereador. Estes automóveis foram apreendidos na operação desencadeada pelo Ministério Público e pela Polícia Civil em junho deste ano. Além desses, um automóvel Fiat Uno Mille Way, modelo 2011; um automóvel VW Gol, modelo 2005; um apartamento situado no distrito de Messejana, adquirido por Leonelzinho Alencar, e cujas prestações eram pagas também com o dinheiro desviado

Leonelzinho é acusado pelo MP-CE de peculato, lavagem de dinheiro e participação em organização criminosa. No dia 19 de junho deste ano, o então parlamentar, que já havia se afastado da Câmara no início do mês, renunciou ao cargo, alegando movidos pessoais.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247