Justiça de Santos manda Neymar mostrar papéis da venda ao Barcelona

A juíza Thaís Cabaleiro Coutinho, de Santos, determinou que o jogador, seu pai e a N&N Consultoria, empresa da família, apresentem todos os documentos que envolveram a transferência do Santos para o Barcelona, em 2013, em até cinco dias; a abertura dos papéis é um pedido da Teisa (Terceira Estrela Investimentos S.A.), composta por cartolas do Santos que compraram 5% dos direitos econômicos do jogador em 2010

A juíza Thaís Cabaleiro Coutinho, de Santos, determinou que o jogador, seu pai e a N&N Consultoria, empresa da família, apresentem todos os documentos que envolveram a transferência do Santos para o Barcelona, em 2013, em até cinco dias; a abertura dos papéis é um pedido da Teisa (Terceira Estrela Investimentos S.A.), composta por cartolas do Santos que compraram 5% dos direitos econômicos do jogador em 2010
A juíza Thaís Cabaleiro Coutinho, de Santos, determinou que o jogador, seu pai e a N&N Consultoria, empresa da família, apresentem todos os documentos que envolveram a transferência do Santos para o Barcelona, em 2013, em até cinco dias; a abertura dos papéis é um pedido da Teisa (Terceira Estrela Investimentos S.A.), composta por cartolas do Santos que compraram 5% dos direitos econômicos do jogador em 2010 (Foto: Valter Lima)

247 - Réu na Espanha acusado de corrupção privada e simulação de contratos, Neymar também é pressionado pela Justiça brasileira. A juíza Thaís Cabaleiro Coutinho, de Santos, determinou que o jogador, seu pai e a N&N Consultoria, empresa da família, apresentem todos os documentos que envolveram a transferência do Santos para o Barcelona, em 2013, em até cinco dias.

A abertura dos papéis é um pedido da Teisa (Terceira Estrela Investimentos S.A.), composta por cartolas do Santos que compraram 5% dos direitos econômicos do jogador em 2010.

A firma entende que foi prejudicada na venda, já que toda a transação envolveu valores superiores aos 17,1 milhões de euros pagos ao Santos pelo Barcelona. Lembra que Neymar e o Santos receberam outros valores do Barcelona.

Na decisão em que ordena a apresentação dos documentos, a juíza diz que "há robustas evidências de que o valor real envolvido na transferência do jogador tenha de fato sido ocultado pelos participantes diretos do negócio".

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247