Justiça já barrou quase quatro mil candidaturas

Até agora são 3.149 registros de candidaturas impugnadas em toda a Bahia; seja por débitos eleitorais, falta de documentação ou aplicação da Lei da Ficha Limpa, 64 candidatos a prefeito, 77 a vice-prefeito e 3.008 a vereador ficarão fora do páreo, se forem negados o recursos em julgamentos de segunda instância

Justiça já barrou quase quatro mil candidaturas
Justiça já barrou quase quatro mil candidaturas (Foto: Divulgação)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Bahia 247 com Correio

Até esta quarta-feira (8) a Justiça Eleitoral já rejeitou 3.149 registros de candidaturas em toda a Bahia. Seja por débitos eleitorais, falta de documentação ou aplicação da Lei da Ficha Limpa, 64 candidatos a prefeito, 77 a vice-prefeito e 3.008 a vereador ficarão fora do páreo, se forem negados o recursos em julgamentos de segunda instância. Segundo o Tribunal Regional Eleitoral (TRE), até a manhã de ontem, 379 candidatos tinham recorrido da decisão dos juízes eleitorais.

Em caso de nova decisão contrária do TRE, o candidato pode apelar ainda para o Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Entre os inaptos está Maria Gorete Miranda (PT), de Senhor do Bonfim, onde dois petistas tinham pedido o registro de candidatura – ela e o deputado estadual Carlos Brasileiro.
Também foi barrada na Justiça a candidatura de Tereza Giffoni (PSDB) em Camaçari, e de Gilberto Abade (PSB), atual prefeito de Porto Seguro. Até o momento, dos 35.642 pedidos de registro de candidatura, 29.229 já foram considerados aptos; outros 3.331 ainda esperam julgamento.

 

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email