Justiça manda detentos cumprirem pena em casa

Por falta de celas em presídios de Itumbiara, no sul de Goiás, cerca de 400 presos nos regimes aberto e semiaberto estão tendo de cumprir as penas em prisão domiciliar; determinação da Justiça é de que eles fiquem em casa nos horários em que deveriam estar recolhidos às celas.

Justiça manda detentos cumprirem pena em casa
Justiça manda detentos cumprirem pena em casa (Foto: Divulgação)

Goiás 247 (com Globo.com)_ A situação já dura aproximadamente três anos, desde quando a Casa de Prisão Provisória foi desativada. Por determinação da Justiça, a fiscalização deveria ser feita pelos agentes prisionais, mas o diretor do presídio, Weber de Paula Barbosa, reconhece que o trabalho não é frequente. "A equipe que está pronta para fazer essa fiscalização vai até a residência e confirma se há o cumprimento do regime imposto pelo Poder Judiciário, mas a gente constata, em alguns casos, que não estão cumprindo conforme a determinação que foi imposta", diz o diretor.

O prédio onde funcionava a CPP ficava em uma área residencial e, depois da transferência dos presos, a prefeitura demoliu o imóvel. Um projeto prevê a construção de uma ala com celas para os presos dos regimes aberto e semiaberto. A área fica em frente ao presídio regional de Sarandi. Uma parte dos recursos poderá ser arrecadada pela Justiça em Itumbiara.

"Nós já enviamos um projeto para a Agsep e, enquanto esse trâmite burocrático ocorre, nós já inauguramos um fundo, onde estão sendo recolhidas penas alternativas, agregando valor financeiro, para que aprovado dê início às obras de construção", explica o juiz Flávio Fiorentino de Oliveira.

Segundo o diretor do presídio, não houve registro de fuga de presos que estão em prisão domiciliar durante esse período. Ele informou também que esses presos devem ser apresentar à Justiça quando convocados.

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247