Kassab volta ao radar de José Serra

Ex-prefeito de São Paulo, que diz que “a posição do PSD em relação ao governo federal é de independência e que a presença de Afif no governo é temática, não partidária”, indica interesse pelo desempenho de tucano nas pesquisas sobre 2014. No entanto, dentro do partido, não há unidade sobre o assunto. "O PSD é aliado de Dilma. Pode ser que o PSD apoie Serra caso ele cresça. Mas isso não vai acontecer", afirma o secretário-geral do partido, Saulo Queiroz

Kassab volta ao radar de José Serra
Kassab volta ao radar de José Serra

247 – Depois de emplacar Guilherme Afif entre os ministros de Dilma Rousseff, Gilberto Kassab (PSD) volta a se reaproximando do ex-governador de São Paulo José Serra (PSDB). “A posição do PSD em relação ao governo federal é de independência e que a presença de Afif no governo é temática, não é partidária”, disse o ex-prefeito de São Paulo.

O repentino interesse pelo projeto tucano de 2014 ocorre depois de as pesquisas de opinião registrarem queda acentuada da popularidade de Dilma com os protestos de junho. Além disso, nas sondagens do Sul, Serra apareceu empatado com a ex-ministra Marina Silva, em segundo lugar.

No entanto, dentro do PSD, não há unidade sobre o assunto. "O PSD é aliado de Dilma. Pode ser que o PSD apoie Serra caso ele cresça. Mas isso não vai acontecer", afirma o secretário-geral do partido, Saulo Queiroz.

Kassab começa a dar sinais de afastamento com o governo em ações de oposição ao programa Mais Médicos, lançado por Dilma. Na segunda-feira, ele participa de um encontro, organizado pelo deputado Eleuses Paiva (SP), que é amigo de Serra, com representantes da comunidade médica e críticos às medidas anunciadas para a área de saúde.

No mês que vem, o PSD também deverá anunciar sua oposição às propostas do governo, em uma confrontação com o ministro da Saúde, Alexandre Padilha (PT), que pode ser seu concorrente pelo governo de São Paulo.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247