Katia tinha reuniões em Bruxelas, alvo de terror

A ministra da Agricultura, Katia Abreu, tinha uma reunião nesta terça-feira (22), em Bruxelas, com o comissário para saúde e alimentação da UE, Vytenis Andriukaitis, segundo a agenda oficial da Comissão Europeia; a capital belga foi alvo de atentados terroristas, que deixaram cerca de 34 mortos e 170 feridos; o grupo terrorista Estado Islâmico (EI) reivindicou os atentados; a assessoria do Ministério da Agricultura informou que a ministra não viajou a Bruxelas porque está de licença dos seus compromissos oficiais

A ministra da Agricultura, Katia Abreu, tinha uma reunião nesta terça-feira (22), em Bruxelas, com o comissário para saúde e alimentação da UE, Vytenis Andriukaitis, segundo a agenda oficial da Comissão Europeia; a capital belga foi alvo de atentados terroristas, que deixaram cerca de 34 mortos e 170 feridos; o grupo terrorista Estado Islâmico (EI) reivindicou os atentados; a assessoria do Ministério da Agricultura informou que a ministra não viajou a Bruxelas porque está de licença dos seus compromissos oficiais
A ministra da Agricultura, Katia Abreu, tinha uma reunião nesta terça-feira (22), em Bruxelas, com o comissário para saúde e alimentação da UE, Vytenis Andriukaitis, segundo a agenda oficial da Comissão Europeia; a capital belga foi alvo de atentados terroristas, que deixaram cerca de 34 mortos e 170 feridos; o grupo terrorista Estado Islâmico (EI) reivindicou os atentados; a assessoria do Ministério da Agricultura informou que a ministra não viajou a Bruxelas porque está de licença dos seus compromissos oficiais (Foto: Leonardo Lucena)

247, com Agência Ansa - A ministra da Agricultura, Katia Abreu, tinha uma reunião nesta terça-feira (22), em Bruxelas, com o comissário para saúde e alimentação da UE, Vytenis Andriukaitis. A informação consta na agenda oficial da Comissão Europeia. Nesta manhã, a capital belga foi alvo de atentados terroristas, que deixaram cerca de 34 mortos e 170 feridos. O grupo terrorista Estado Islâmico (EI) reivindicou os atentados.

Questionada pela ANSA, a assessoria do Ministério da Agricultura informou que a ministra não viajou a Bruxelas porque está de licença dos seus compromissos oficiais. Há cinco dias dias, o pai da ministra, João Luiz Duarte de Abreu, morreu em decorrência de complicações pós-operatórias.

Além do compromisso com Katia Abreu, consta na agenda da Comissão Europeia dezenas de outras reuniões oficiais para hoje, entre elas uma com o diretor-geral da Organização das Nações Unidas para Alimentação e Agricultura (FAO), o também brasileiro José Graziano da Silva, que seria recebido pelos comissários Phil Hogan e Vytenis Andriukaitis. Diferentemente da ministra, Graziano já está na capital belga e participou mais cedo do 9º Fórum para o Futuro da Agricultura (FFA), que ocorre entre os dias 21 e 23 de março. Há duas horas, o brasileiro postou uma foto no Twitter e comentou o evento. "A comunidade internacional precisa encontrar meios inovadores para trabalhar em conjunto", escreveu, referindo-se aos problemas alimentares mundiais. Na imagem, ele aparece sentado ao lado de Hogan, que é comissário europeu para agricultura e desenvolvimento rural. Na manhã desta terça-feira, duas bombas foram detonadas por um suicida no aeroporto de Zaventem. Outros explosivos foram colocados na estação de metrô de Maelbeek. Ao menos 23 pessoas morreram e mais de 30 ficaram feridas nos atentados terroristas, que foram assumidos pelo grupo extremista Estado Islâmico (EI, ex-Isis). (ANSA)

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247