Kisleu Dias toma posse como presidente do TRE-GO

Desembargador Kisleu Dias Maciel Filho tomou posse, nesta quinta-feira, presidente do Tribunal Regional Eleitoral (TRE-GO); mandato para o comando do tribunal é de dois anos e ele assume o lugar de Walter Carlos Lemes; novo presidente agradeceu os colegas do judiciário por o indicarem a integrar a Justiça Eleitoral e os membros da corte eleitoral pela “deferência e confiança” depositada nele para presidir o TRE-GO

Desembargador Kisleu Dias Maciel Filho tomou posse, nesta quinta-feira, presidente do Tribunal Regional Eleitoral (TRE-GO); mandato para o comando do tribunal é de dois anos e ele assume o lugar de Walter Carlos Lemes; novo presidente agradeceu os colegas do judiciário por o indicarem a integrar a Justiça Eleitoral e os membros da corte eleitoral pela “deferência e confiança” depositada nele para presidir o TRE-GO
Desembargador Kisleu Dias Maciel Filho tomou posse, nesta quinta-feira, presidente do Tribunal Regional Eleitoral (TRE-GO); mandato para o comando do tribunal é de dois anos e ele assume o lugar de Walter Carlos Lemes; novo presidente agradeceu os colegas do judiciário por o indicarem a integrar a Justiça Eleitoral e os membros da corte eleitoral pela “deferência e confiança” depositada nele para presidir o TRE-GO (Foto: José Barbacena)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Goiás 247 - O governador Marconi Perillo prestigiou, na manhã desta sexta-feira, a solenidade de posse dos desembargadores Kisleu Dias Maciel Filho, no cargo de presidente, e Nelma Branco Ferreira Perilo, como vice-presidente e corregedora Regional Eleitoral do Tribunal Regional Eleitoral (TRE-GO). O mandato para o comando do tribunal é de dois anos. Deixa a presidência o desembargador Walter Carlos Lemes.

Representantes do Poder Judiciário destacaram o papel republicano do governador Marconi Perillo na relação entre os poderes constituídos e seu comprometimento com a liberdade e autonomia do Judiciário. O juiz eleitoral Fábio Cristóvão de Campos ressaltou o trabalho de isonomia dedicado pelo governador no cumprimento dos seus mandatos. “Digníssimo governador do Estado de Goiás está em seu quarto mandato, o que revela sua garra e capacidade como governante, a quem cumprimento em nome de todos os integrantes do Poder Executivo”, disse.

O novo presidente, Kisleu Dias Maciel Filho, agradeceu os colegas do judiciário por o indicarem a integrar a Justiça Eleitoral e os membros da corte eleitoral pela “deferência e confiança” depositada nele para presidir o TRE-GO.

“Confesso que a demonstração de sentimento de emoção não é decorrente de uma demonstração de orgulho mal direcionado por ter assumido cargo de relevância, mesmo sabendo ser uma honra de primeira ordem e mérito. Mas por consciência da responsabilidade que tenho de doravante de continuar evitando obstáculos, escolhendo um mundo seguro diante do compromisso com nossos eleitores, candidatos, partidos políticos, com o povo, em suma, que espera ser a Justiça Eleitoral transparente, remédio eficaz e célere para atingir o alvo, que é o de assegurar a cidadania, garantir ao eleitor o livre exercício do direito de escolher seu representante e de consolidar o Estado Democrático de Direito”, discursou.

Pouco antes da abertura do evento de posse, o vice-governador José Eliton disse que a posse do novo presidente simboliza a liderança de um poder fundamental à sociedade. “É o Tribunal Regional Eleitoral que tem as atribuições de estabelecer elementos de fiscalização, de julgamento e daquilo que é o mais essencial para a democracia brasileira, que é o sufrágio universal, o exercício do voto pelo cidadão para escolha de seus representantes”, destacou.

Ressaltou também a importância do trabalho que será exercido pelo novo presidente neste ano eleitoral. “Hoje, o desembargador Kisleu assume a presidência com a missão de fazer a gestão das eleições municipais de 2016, que reflete o anseio de todos os municípios brasileiros, especialmente os daqui de Goiás. Portanto, é um momento importante, pois o Poder Judiciário através da Justiça Eleitoral tem o papel fundamental na consolidação da democracia brasileira”, disse Eliton.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247