Lei Seca diminui acidentes de trânsito em PE

De acordo com informaes das principais emergncias do Estado, a reduo no nmero de atendimentos ligados a acidentes de trnsito chega a 60% em alguns hospitais.

Lei Seca diminui acidentes de trânsito em PE
Lei Seca diminui acidentes de trânsito em PE (Foto: ALEX SILVA/AGÊNCIA ESTADO)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Raphael Coutinho_PE247 – As principais emergências do Estado registraram uma queda no número de atendimento de casos ligados a acidentes de trânsito no último mês de dezembro. O Hospital Getúlio Vargas (HGV), no bairro do Cordeiro, e o Hospital da Restauração (HR), no Derby, diminuíram 60% e 25%, respectivamente, o número de casos como este. Nas duas unidades de saúde, os diretores atribuíram à intensificação na fiscalização da Operação Lei Seca como fator fundamental para esta redução.

Este também é o pensamento do coordenador-executivo da Lei Seca em Pernambuco, major André Cavalcanti. Para ele, os números comprovam a eficácia da Operação. “Nosso objetivo é salvar vidas. Somando os dois hospitais de maior complexidade do Estado, são 328 que deixaram de ser internados em 30 dias. Estamos não apenas salvando vidas, mas evitando que pessoas sofram graves sequelas, como a perda da capacidade de locomoção. As multas, apreensões e demais penalidades, tanto administrativas como penais, são apenas os instrumentos legais que dispomos para conscientizar a população”, justificou.

No período, o Getúlio Vargas registrou em sua emergência 117 pacientes vítimas de acidente de trânsito, contra 294 em dezembro de 2010. Já a Restauração contabilizou 455 pacientes vítimas, em colisões envolvendo motos, carros, bicicletas e animais atingidos por veículos.

Dados

Até dia 8 de janeiro, a Operação Lei Seca realizou 27.481 testes de alcoolemia, entre motoristas e condutores que foram ao local retirar os veículos. Deste número, 205 apresentaram até 0,33 grama de álcool por litro de sangue, tiveram a carteira recolhida, foram multados e liberados após a chegada de condutores aptos. Outros 74 motoristas apresentaram teor alcoólico acima do permitido pela lei. Esses foram autuados e encaminhados para a delegacia. Já 1.065 condutores se recusaram a fazer o teste do bafômetro e também tiveram a carteira apreendida, além da aplicação de multa.

 

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email