Lelis: candidato do Palácio na indireta terá rejeição das ruas

Durante reunião com vereadores de Tupiratins, na sexta edição do Movimento por uma Alternativa de Mudança, realizado pelo Partido Verde,  o pré-candidato a governador Marcelo Lelis disse para os deputados estaduais ficarem atentos com essa "vontade das ruas", pois podem ser cobrados em suas bases eleitorais e sofrerem a consequência na eleição de outubro

Durante reunião com vereadores de Tupiratins, na sexta edição do Movimento por uma Alternativa de Mudança, realizado pelo Partido Verde,  o pré-candidato a governador Marcelo Lelis disse para os deputados estaduais ficarem atentos com essa "vontade das ruas", pois podem ser cobrados em suas bases eleitorais e sofrerem a consequência na eleição de outubro
Durante reunião com vereadores de Tupiratins, na sexta edição do Movimento por uma Alternativa de Mudança, realizado pelo Partido Verde,  o pré-candidato a governador Marcelo Lelis disse para os deputados estaduais ficarem atentos com essa "vontade das ruas", pois podem ser cobrados em suas bases eleitorais e sofrerem a consequência na eleição de outubro (Foto: Aquiles Lins)

Tocantins 247 - O presidente estadual do PV e pré-candidato a governador, deputado Marcelo Lelis, disse que o candidato de Siqueira Campos carregará a indignação das ruas na eleição indireta. 
 
"O candidato que Siqueira Campos vai indicar na eleição indireta carregará a rejeição das ruas, pois temos andado por todo o Estado e visto de perto o sentimento de indignação da população com o golpe político orquestrado com as renúncias do ex-governador [Siqueira Campos] e seu vice [João Oliveira], para a manutenção do projeto político-familiar", frisou Marcelo Lelis, durante reunião com vereadores de Tupiratins, na sexta edição do Movimento por uma Alternativa de Mudança, realizado pelo Partido Verde, que esta semana visita as cidades de Centenário, Santa Maria, Itacajá, Itapiratins, Tupiratins, Tupirama, Bom Jesus.
 
Para Marcelo Lelis, os deputados estaduais precisam ficar atentos com essa vontade das ruas, pois podem ser cobrados em suas bases eleitorais e sofrerem a consequência na eleição de outubro.
 
"Estamos andando o Tocantins inteiro e visto o estado de abandono sofrido pela população. Esse abandono provocado pela ausência de ações do Governo do Estado. A população de Centenário, Itacajá, Tupiratins, por exemplo, vive no completo isolamento. Andamos na estrada que vai para Centenário e vimos um caminhão carregado de soja atolado na lama da rodovia estadual. É assim que o Governo está estimulando a produção do Estado? Há 25 anos a população daquela região escuta a promessa de asfaltar as estradas, mas até hoje nada aconteceu. É essa indignação que vem das ruas que todos precisam entender" observou.
 
O Movimento por uma Alternativa de Mudança, realizado pelo PV, está percorrendo o Estado ouvindo as necessidades da população para elaborar um projeto de desenvolvimento para o Tocantins.

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247